O dissídio de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 374105 no cargo de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes).

Estado com maior salário médio

Piauí

R$ 2.953,71

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

388 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

São Paulo - SP

R$ 3.122,15

Cidade que mais contrata

São Paulo - SP

293 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Técnico em gravação de áudio realiza a gravação de áudio - em estúdios de gravação e em apresentações artísticas ao vivo -, montando e preparando equipamentos e acessórios, operando sistemas de sonorização e gravação, executando o tratamento de registros sonoros, avaliando a qualidade do produto e arquivando o conteúdo audiofônico Pode utilizar equipamentos multimídias, plataformas digitais e softwares de captação, gravação, edição, tratamento e arquivamento de registros sonoros.

Realiza manutenção básica de equipamentos Cumpre normas regulamentadoras de saúde e segurança do trabalho e de preservação ambiental

O que faz um Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes)

O Técnico em gravação de áudio prepara local para gravação de áudio, em estúdio de gravação ou em eventos ao vivo Define necessidades técnicas do evento, examina dimensões físicas do local, verifica condições de infraestrutura para acesso e instalação de equipamentos, identifica parâmetros acústicos do local, e faz a especificação de equipamentos, tais como microfones, transdutores, cabos e conectores.

Elabora documento – rider técnico -, relacionando as características técnicas dos equipamentos de sonorização.

Colhe informações sobre evento de sonorização e gravação Orça a gravação de áudio.

Acondiciona os equipamentos e supervisiona o seu transporte ao local da gravação Limpa e monta equipamentos de áudio e acessórios.

Confere o sistema de energia elétrica e aterramento.

Instala transdutores e conecta sinais de áudio Testa o funcionamento de equipamentos e substitui os que apresentam defeitos.

Confere o funcionamento do sistema de áudio e checa os níveis de interferência em sistema.

Testa a gravação de vozes ou de algum instrumento musical com microfones diferentes, na busca da melhor sonoridade Orienta microfonista e assistente, indicando o melhor microfone para determinada voz ou determinado instrumento Configura sistemas de sonorização e avalia características - timbre, formato e tipo - da fonte sonora.

Seleciona e posiciona os transdutores eletroacústicos Opera sistema de sonorização, misturando e equilibrando sinais de fontes de áudio Analisa sinais de áudio.

Examina o ambiente de gravação e escolhe o meio de registro (mídia) Alinha sistemas de gravação e define padrões de sincronismo.

Prepara o sistema de monitoramento para gravação Capta sinais de áudio para sistema de gravação Opera sistema de gravação, gravando sinais em meio de registro (mídia).

Monitora sinais gravados Mapeia pistas de gravação Trata os registros sonoros, selecionando-os, editando-os e equalizando-os.

Controla dinâmica de registros sonoros Pode usar efeitos sonoros especiais e simulação de diferentes ambientes, como um estádio ou um teatro Gera master.

Marca pontos específicos de faixas, rolos e arquivos digitais Avalia a qualidade do produto sonoro Realiza o arquivamento de conteúdo audiofônico Pode utilizar equipamentos multimídias, plataformas digitais e diferentes softwares de captação, gravação, edição, tratamento e arquivamento de produto sonoro Pode preparar e operar equipamentos e softwares de captação e gravação de áudio em diferentes mídias, conforme roteiro, gênero e formato pré-estabelecidos, considerando especificidades ligadas aos canais de transmissão e distribuição – radiodifusão, cabo, satélite ou rede mundial de computadores.

Documenta as rotinas de trabalho, registrando ocorrências da produção, relatando medidas de contingenciamento e comunicando ajustes aos diferentes setores envolvidos nos processos de trabalho Auxilia na elaboração de pareceres e relatórios técnicos de qualidade e segurança Realiza manutenção de primeiro nível em equipamentos, executando pequenos reparos Providencia serviço de manutenção de equipamentos, para solucionar problemas mais complexos Trabalha com segurança, providenciando a fixação adequada dos equipamentos em paredes, tetos, treliças, pórticos, postes e outros suportes, examinando a localização e o posicionamento de equipamentos, de modo a não obstruir saídas e passagens de emergência, verificando a disponibilidade de dispositivos de extinção de incêndio adequados aos equipamentos utilizados no sistema de áudio, e prevenindo acidentes, de modo geral.

Funções do Técnico em gravação de áudio

O profissional Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) deve operar sistemas de sonorização, projetar sistema de sonorização e gravação, montar equipamentos de Áudio e acessórios, compilar registros sonoros, comunicar-se, operar sistemas de gravação, tratar registros sonoros, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho da profissão

Técnicos em áudio trabalham em emissoras de radio e televisão, estúdios, shows, casas noturnas, festas, palestras, eventos, filmagens, predominantemente como autônomos, No caso dos sonoplastas e analistas musicais atuam como assalariados com carteira assinada, Executam suas atividades sob supervisão ocasional e em equipe, exceção feita aos DJs e aos analistas musicais que trabalham de forma individual, Trabalham em horários irregulares, em ambientes fechados, à céu aberto ou ainda em veículos, Podem permanecer em posições desconfortáveis por longos períodos e frequentemente, são expostos a ruídos intensos.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Técnico em gravação de áudio

Um Técnico em gravação de áudio deve testar funcionamento de equipamentos, demonstrar concentração, conectar/desconectar sinais de áudio, demonstrar capacidade de atenção a detalhes, selecionar transdutores eletroacústicos, analisar ambiente de gravação, distribuir sinais de áudio para outros sistemas, selecionar registros sonoros, monitorar sinais gravados, limpar equipamentos, emular ambientes em registros sonoros, demonstrar capacidade de organização, demonstrar iniciativa, posicionar transdutores eletroacústicos, identificar parâmetros acústicos do local, ordenar faixas e rolos em sequência predeterminada, demonstrar flexibilidade, especificar equipamentos, microfones, transdutores, cabos e conectores (rider técnico), demonstrar acuidade auditiva, controlar dinâmica de registros sonoros, preparar sistema de monitoração para gravação, demonstrar sensibilidade musical, ajustar estruturas de ganho de sistema, orientar microfonista e assistente, demonstrar capacidade de memorização, lidar com imprevistos, verificar condições de infraestrutura para acesso e instalação de equipamentos, conferir funcionamento de sistema de áudio, demonstrar paciência, editar registros sonoros, orçar evento, colher informações sobre evento de sonorização e gravação, equilibrar sinais de fontes de áudio, gravar sinais em meio de registro (mídia), sugerir fornecedores, definir padrões de sincronismo, demonstrar capacidade de encontrar soluções, gerar master, supervisionar transporte de equipamentos, trabalhar em equipe, embalar equipamentos, alinhar sistemas de gravação, marcar pontos específicos de faixas, rolos e arquivos digitais, arquivar meio de registro em ambientes conforme especificações técnicas, avaliar qualidade do produto sonoro, substituir equipamentos com defeito, verificar dimensões físicas do local, demonstrar criatividade, trabalhar com precisão, definir necessidades técnicas do evento, misturar sinais de fontes de áudio, conferir sistema de energia elétrica e aterramento, escolher meio de registro (mídia), configurar sistemas de sonorização, instalar/desinstalar transdutores, equalizar registros sonoros, captar sinais de áudio para sistema de gravação, mapear pistas de gravação, avaliar características de fonte sonora (timbre, formato e tipo), trabalhar sob pressão, sublimar gosto musical pessoal, analisar sinais de áudio, checar níveis de interferência em sistema.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) ficou em 6.40%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Técnicos em áudio que ficou em 6.40% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) ficou em 9.90% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 21,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Técnicos em áudio 2024

O salário de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) mostrado aqui é resultado do levantamento de 855 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Técnicos em áudio que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) CBO 374105 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 41h 2.753,29 2.860,00 4.036,12 13,98 7.40%
Rio de Janeiro 40h 2.282,27 2.370,72 3.345,63 11,95 4.10%
Minas Gerais 42h 1.995,97 2.073,33 2.925,94 9,83 4.80%
Paraná 39h 1.991,99 2.069,19 2.920,11 10,56 4.50%
Distrito Federal 40h 2.168,59 2.252,64 3.178,99 11,21 6.80%
Santa Catarina 37h 2.199,66 2.284,91 3.224,54 12,33 6.50%
Mato Grosso 44h 1.491,65 1.549,46 2.186,64 7,04 6.50%
Pernambuco 44h 1.665,67 1.730,23 2.441,75 7,95 7.00%
Espírito Santo 41h 1.597,46 1.659,37 2.341,75 8,05 8.00%
Rio Grande do Sul 43h 1.563,73 1.624,33 2.292,31 7,50 7.60%
Bahia 42h 1.990,68 2.067,83 2.918,18 9,85 5.50%
Amazonas 38h 1.558,37 1.618,77 2.284,46 8,42 5.50%
Rondônia 37h 1.548,65 1.608,67 2.270,20 8,62 7.20%
Pará 42h 1.553,40 1.613,61 2.277,17 7,65 4.70%
Paraíba 42h 1.341,78 1.393,78 1.966,94 6,67 4.70%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes).

Dissídio de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) por cidade

Quanto ganha um Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo, SP 41 3.005,66 3.122,15 4.406,08 15,40 7.00%
Rio de Janeiro, RJ 40 2.251,86 2.339,14 3.301,06 11,80 4.90%
Brasília, DF 40 2.168,59 2.252,64 3.178,99 11,21 5.20%
Belo Horizonte, MG 43 2.534,38 2.632,60 3.715,20 12,37 5.60%
Sinop, MT 44 1.511,84 1.570,43 2.216,24 7,14 7.90%
Recife, PE 44 1.678,43 1.743,48 2.460,45 7,96 5.10%
Curitiba, PR 40 2.287,01 2.375,65 3.352,59 11,97 6.40%
Manaus, AM 38 1.558,37 1.618,77 2.284,46 8,42 7.20%
Chapeco, SC 38 2.105,86 2.187,48 3.087,04 11,47 5.80%
Jacareí, SP 44 1.485,50 1.543,08 2.177,64 7,01 7.00%
Serra, ES 40 1.700,27 1.766,16 2.492,46 8,79 6.20%
Londrina, PR 41 1.763,70 1.832,06 2.585,46 9,01 8.30%
Vitoria, ES 42 1.387,48 1.441,25 2.033,94 6,80 7.10%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes). Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Operador de Gravação (trilha Sonora Para Filmes) no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Locação de mão-de-obra temporária 2.451,98 2.547,01 3.594,42 5.00%
Atividades de rádio 1.724,77 1.791,62 2.528,39 4.70%
Atividades de produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão não especificadas anteriormente 3.163,01 3.285,60 4.636,74 4.40%
Atividades de televisão aberta 1.940,04 2.015,23 2.843,95 5.10%
Atividades de sonorização e de iluminação 3.779,98 3.926,48 5.541,17 5.70%
Atividades de produção de fotografias, exceto aérea e submarina 1.586,51 1.648,00 2.325,70 4.50%
Comércio varejista especializado de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo 1.712,80 1.779,19 2.510,84 7.90%
Educação superior - graduação e pós-graduação 2.711,59 2.816,68 3.974,99 7.30%
Aluguel de outras máquinas e equipamentos comerciais e industriais , sem operador 2.012,01 2.089,99 2.949,46 4.20%
Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros 2.061,16 2.141,05 3.021,51 6.20%
Atividades de organizações religiosas 2.413,06 2.506,58 3.537,36 4.10%
Edição de livros 1.960,77 2.036,76 2.874,34 7.20%
Atividades de gravação de som e de edição de música 2.843,50 2.953,70 4.168,36 7.70%
Ensino médio 3.363,70 3.494,07 4.930,93 8.00%
Instalação de máquinas e equipamentos industriais 1.485,50 1.543,08 2.177,64 8.10%
Cursos preparatórios para concursos 2.218,05 2.304,02 3.251,50 6.70%
Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial 1.750,49 1.818,33 2.566,09 5.60%
Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet 2.322,82 2.412,84 3.405,08 4.20%
Atividades de pós-produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão não especificadas anteriormente 2.080,47 2.161,11 3.049,82 5.50%
Artes cênicas, espetáculos e atividades complementares 1.954,08 2.029,82 2.864,54 7.30%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.