O dissídio de Agente de Investigação de Incêndio 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 517110 no cargo de Agente de Investigação de Incêndio.

Estado com maior salário médio

Distrito Federal

R$ 3.090,60

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

7.256 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Jeceaba - MG

R$ 3.971,00

Cidade que mais contrata

Rio de Janeiro - RJ

5.323 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Bombeiro civil realiza atividades de prevenção e combate a incêndios, de operações de salvamento e de controle de acidentes com produtos perigosos, executando a segurança de pessoas e de patrimônio em edificações, empresas e eventos Prepara-se para o atendimento de ocorrências, examinando o funcionamento de equipamentos e tomando conhecimento de plano de emergência do local.

Presta primeiros socorros às vítimas de incidentes e acidentes Comunica-se com o público, orientando-o Simula ocorrências e abandono do local, para treinamento.

Cumpre legislação, normas de segurança privada e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de biossegurança e de preservação ambiental

O que faz um Agente de Investigação de Incêndio

O Bombeiro civil prepara-se para o atendimento de ocorrências, examinando o funcionamento de equipamentos e veículo Requisita serviço de manutenção de equipamentos e veículo, quando necessário.

Pratica exercícios físicos e outros condicionamentos, para manter a forma e a resistência física e psicológica em momentos de atuação.

Toma conhecimento de plano de emergência do local, elaborado por profissional habilitado ou empresa especializada Previne acidentes - como incêndio e vazamentos -, fazendo reconhecimento do local, mapeando áreas de risco e vistoriando instalações.

Realiza inspeção periódica dos equipamentos de combate a incêndio - incluindo seus testes -, requisitando serviço de manutenção, quando necessário Inspeciona e sinaliza locais de risco e estabelece rotas de fuga.

Atende ocorrência de incêndio, definindo plano de ação.

Tria as informações recebidas, para avaliar proporção e tipo de incêndio e analisar situações de risco Evacua o local e isola a área do incêndio.

Desenergiza o local.

Acopla mangueiras de água e confina o combate à área atingida Extingue o fogo Revolve resíduos do incêndio, eliminando possíveis focos de fogo e situações de risco.

Preserva o local para a perícia Pode escorar paredes, pavimentos e telhados Executa salvamento em altura e em operações de busca.

Localiza a vítima em altura, aproximando-se dela, abordando-a e realizando o seu resgate Realiza operação de busca em terra, cavando o local de soterramento, cortando ferragens e retirando vítimas.

Executa salvamento aquático, retirando a vítima da água e resgatando-a Pode capturar animais em geral, mantendo-os em segurança até que possam ser resgatados Controla acidentes com produtos perigosos, identificando os produtos.

Contém o vazamento de recipiente, criando diques de contenção Demarca a distância de segurança do produto vazado e afasta o público do local Monitora condições atmosféricas, para antecipar possível espalhamento do produto vazado.

Reembala os produtos perigosos Pode montar corredor de descontaminação Presta primeiros socorros às vítimas de incidentes e acidentes, verificando parâmetros básicos de frequência respiratória, frequência cardíaca, pressão arterial, saturação de oxigênio, temperatura e nível de consciência da vítima.

Libera as vias aéreas da vítima Em caso de parada cardíaca, procede a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) e a desfibrilação automática externa no local Constata a existência de lesões e hemorragias e providencia a hemostasia Em caso de fratura, faz a imobilização cervical e vertebral no local, estabiliza, acalma e transporta a vítima para o centro médico Pode efetuar anamnese da vítima, até a chegada ao socorro médico.

Simula ocorrências e abandono do local, para treinar pessoas que moram ou trabalham em prédio e funcionários de empresas Pode participar de campanhas educativas e ministrar treinamentos para capacitar corpo voluntário de emergência Comunica-se orientando o público, conversando e ouvindo relatos de vítimas Troca informações com o centro de operações Elabora relatórios das ocorrências, conforme normas estabelecidas Pode apresentar eventuais sugestões para melhoria das condições de segurança Atua segundo as normas de segurança e biossegurança, submetendo-se a exames periódicos, tomando vacinas e usando equipamentos de proteção individual e de proteção coletiva Higieniza e descontamina equipamentos.

Funções do Bombeiro civil

O profissional Agente de Investigação de Incêndio deve comunicar-se, preparar-se para ocorrências, realizar cursos e campanhas educativas, demonstrar competências pessoais, controlar acidentes com produtos perigosos, prestar primeiros socorros, prevenir acidentes (incêndio, vazamento, explosão), combater incêndios, trabalhar com segurança e biossegurança, executar salvamento terrestre, aquático e em altura.

Condições de trabalho da profissão

Bombeiros e salva-vidas atuam no comércio, indústria, serviços e agropecuária. São empregados com carteira assinada, organizam-se em equipe, trabalhando em locais fechados e abertos, em períodos diurnos e noturnos e em revezamento de turnos. Estão, conforme a especialidade das ocupações, expostos a materiais tóxicos, radiação, ruído intenso, umidade e altas temperaturas.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Bombeiro civil

Um Bombeiro civil deve procurar vítimas, localizar vítima, ministrar aulas e palestras educativas, utilizar técnicas de salvamento e combate a incêndios, fornecer suprimento de oxigênio, distribuir tarefas e funções, selecionar roupa conforme a ocorrência, especificar equipamentos para aquisição, dominar fisicamente suicida e vítima, desenergizar o local, proteger patrimônio, criar diques de contenção, manter controle emocional, nadar com destreza, informar o centro de operações, conter vazamento do recipiente, acoplar mangueiras d`água (bomba-armar), rebocar afogado, demarcar distância de segurança, treinar brigadas de incêndio e abandono de local, liberar vias aéreas da vítima, usar equipamento de proteção individual, eliminar possíveis focos de incêndio, coletar resíduos da descontaminação, treinar equipe de bombeiro e salvamento, providenciar manutenção dos equipamentos, vistoriar instalações, triar informação sobre incêndio, praticar exercícios físicos, acalmar vítima, conferir efetivo, operacionalizar viaturas e embarcações, afastar público do local, montar corredor de descontaminação, relacionar-se com a comunidade, reembalar produto perigoso, elaborar estatísticas, verificar respiração e circulação, orientar público, trabalhar em equipe, aprovar projetos de segurança contra incêndio e pânico, conversar com a vítima, isolar área, demonstrar resistência a fadiga, apoiar instituições de combate a incêndio (pam, prefeitura...), especializar-se profissionalmente, remover árvores em perigo de queda iminente, dirigir-se ao local da ocorrência com segurança, chamar apoio, tomar vacinas, notificar departamento e seção para adequação às normas de segurança, submeter-se a banho químico para descontaminação, transportar vítima para centro médico, mapear área de risco, abordar vítima, cuidar da sua segurança e da equipe, constatar hemorragias e deformidades, estabilizar a vítima, aproximar-se da vítima, identificar produto perigoso, vistoriar sistema de proteção contra incêndio, revelar coragem, associar estado da vítima com local do acidente, verificar nível de consciência da vítima, submeter-se a exames periódicos, relatar ocorrências em formulário, eliminar situações de risco, cavar local de soterramento, preparar plano de emergência, descontaminar equipamentos, zelar pelo meio ambiente, evacuar local, preservar local para perícia, avaliar situações de risco, revolver resíduos do incêndio, selecionar viaturas, confinar combate a área atingida (salvatar), reconhecer local de trabalho, extinguir fogo, organizar trânsito local, desencarcerar vítimas, traçar itinerário, demonstrar prontidão, formar brigadas de incêndio, demonstrar solidariedade, cortar ferragens, classificar ocorrência, resgatar vítima, executar operações de busca, imobilizar vítima, mudar resíduos de lugar, monitorar condições atmosféricas, trabalhar com ética, abastecer equipamento e viatura, efetuar anamnese da vítima, conferir funcionamento do equipamento e viatura, retirar afogado da água, persuadir suicida do contrário, praticar mergulho, proceder à respiração artificial, deixar local seguro, informar dados da vítima, formar corpo voluntário de emergência, ventilar local do acidente, acompanhar operações de risco, inspirar confiança, estabelecer rota de fuga, sinalizar locais de risco, confeccionar relatório de desempenho dos conveniados e parceiros, requalificar-se profissionalmente, ouvir relatos da vítima e testemunhas, posicionar viaturas e embarcações, simular ocorrências com funcionários de empresas, fazer massagem cardíaca, conferir estado do equipamento e material, trocar informações, demonstrar humanidade, definir plano de ação, controlar tempo resposta, comunicar-se através de sinais, capturar animais e insetos (peçonhentos, raivosos), acionar órgãos responsáveis, neutralizar produtos perigosos, avaliar proporção e tipo de incêndio, higienizar equipamentos, escorar paredes, pavimentos, telhados, barrancos, poços.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Agente de Investigação de Incêndio ficou em 5.70%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Agente de Investigação de Incêndio e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Bombeiros e salva-vidas que ficou em 5.70% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Agente de Investigação de Incêndio em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Agente de Investigação de Incêndio ficou em 5.80% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 27,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Bombeiros e salva-vidas 2024

O salário de Agente de Investigação de Incêndio mostrado aqui é resultado do levantamento de 25509 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Bombeiros e salva-vidas que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Agente de Investigação de Incêndio com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Agente de Investigação de Incêndio CBO 517110 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Agente de Investigação de Incêndio em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Agente de Investigação de Incêndio por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 40h 2.425,87 2.519,88 3.556,14 12,55 5.60%
Rio de Janeiro 41h 1.931,60 2.006,46 2.831,58 9,80 6.20%
Distrito Federal 37h 2.975,28 3.090,60 4.361,54 16,70 6.10%
Minas Gerais 41h 2.237,96 2.324,70 3.280,69 11,44 5.30%
Rio Grande do Sul 42h 2.104,00 2.185,55 3.084,31 10,38 6.50%
Paraná 42h 2.411,70 2.505,17 3.535,37 11,90 8.30%
Goiás 41h 1.816,65 1.887,06 2.663,07 9,27 5.90%
Pará 39h 1.870,52 1.943,02 2.742,05 10,02 6.40%
Santa Catarina 41h 2.298,50 2.387,58 3.369,43 11,70 5.00%
Bahia 39h 2.143,52 2.226,59 3.142,24 11,30 4.60%
Pernambuco 42h 1.609,13 1.671,50 2.358,87 8,03 7.00%
Ceará 42h 1.885,56 1.958,64 2.764,09 9,39 5.90%
Espírito Santo 41h 2.074,34 2.154,74 3.040,83 10,58 4.40%
Amazonas 40h 2.144,29 2.227,40 3.143,37 11,27 7.90%
Alagoas 40h 1.784,92 1.854,10 2.616,56 9,30 7.10%
Maranhão 39h 1.853,38 1.925,21 2.716,92 9,95 7.20%
Rio Grande do Norte 42h 1.772,01 1.840,69 2.597,64 8,74 5.00%
Mato Grosso do Sul 39h 1.999,66 2.077,16 2.931,35 10,66 7.40%
Mato Grosso 40h 1.613,26 1.675,79 2.364,92 8,43 5.10%
Sergipe 44h 2.258,92 2.346,47 3.311,40 10,77 5.80%
Piauí 42h 1.858,04 1.930,05 2.723,74 9,16 5.30%
Paraíba 41h 1.623,84 1.686,77 2.380,43 8,24 4.30%
Roraima 41h 1.980,16 2.056,90 2.902,76 10,06 4.60%
Amapá 36h 1.625,90 1.688,91 2.383,44 9,38 7.70%
Rondônia 39h 1.991,36 2.068,54 2.919,18 10,55 7.00%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Agente de Investigação de Incêndio.

Dissídio de Agente de Investigação de Incêndio por cidade

Quanto ganha um Agente de Investigação de Incêndio nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Agente de Investigação de Incêndio na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Rio de Janeiro, RJ 41 1.963,36 2.039,45 2.878,14 10,03 8.10%
São Paulo, SP 40 2.425,35 2.519,35 3.555,38 12,48 5.10%
Brasília, DF 37 2.975,28 3.090,60 4.361,54 16,70 8.20%
Belo Horizonte, MG 41 2.270,41 2.358,40 3.328,25 11,55 6.70%
Porto Alegre, RS 42 2.073,10 2.153,45 3.039,01 10,15 5.40%
Goiânia, GO 40 1.957,65 2.033,53 2.869,77 10,20 4.70%
Duque de Caxias, RJ 44 2.140,90 2.223,87 3.138,40 10,18 4.30%
Fortaleza, CE 42 1.883,07 1.956,05 2.760,44 9,30 7.70%
Curitiba, PR 42 2.500,87 2.597,80 3.666,09 12,34 4.10%
Manaus, AM 39 2.070,67 2.150,92 3.035,45 10,96 8.10%
Guarulhos, SP 43 2.716,95 2.822,25 3.982,85 13,25 8.20%
Barueri, SP 38 2.412,50 2.506,00 3.536,55 13,11 4.90%
Itaguaí, RJ 44 1.814,10 1.884,41 2.659,34 8,60 5.60%
Santo André, SP 37 2.283,75 2.372,27 3.347,81 12,72 7.90%
Campinas, SP 40 2.406,46 2.499,72 3.527,69 12,40 7.80%
Maceió, AL 39 1.891,17 1.964,46 2.772,31 10,12 7.90%
São Luís, MA 38 1.839,61 1.910,91 2.696,73 9,95 6.60%
Santa Barbara, MG 36 2.345,67 2.436,58 3.438,57 13,49 8.30%
Lauro de Freitas, BA 40 2.089,90 2.170,90 3.063,64 10,72 5.20%
Mesquita, RJ 44 1.644,69 1.708,43 2.410,99 7,82 8.00%
Natal, RN 42 1.759,15 1.827,33 2.578,78 8,74 7.10%
Recife, PE 41 1.635,76 1.699,16 2.397,90 8,30 7.30%
São Caetano do Sul, SP 42 2.241,88 2.328,76 3.286,42 11,17 6.80%
Santarém, PA 36 1.706,19 1.772,31 2.501,14 9,83 8.00%
Blumenau, SC 43 2.651,09 2.753,84 3.886,30 12,82 7.90%
Salvador, BA 39 1.931,88 2.006,75 2.831,98 10,28 5.60%
Olinda, PE 43 1.593,34 1.655,09 2.335,72 7,61 7.50%
Belém, PA 40 1.776,88 1.845,75 2.604,78 9,21 5.30%
Franco da Rocha, SP 36 2.085,67 2.166,50 3.057,43 12,04 5.00%
Hortolândia, SP 38 2.426,93 2.520,99 3.557,70 13,29 6.20%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Agente de Investigação de Incêndio. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Agente de Investigação de Incêndio no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas não especificadas anteriormente 2.222,28 2.308,40 3.257,69 8.30%
Limpeza em prédios e em domicílios 2.235,62 2.322,27 3.277,25 4.70%
Serviços combinados para apoio a edifícios, exceto condomínios prediais 2.286,37 2.374,99 3.351,65 4.80%
Instalações de sistema de prevenção contra incêndio 2.208,58 2.294,18 3.237,62 5.70%
Locação de mão-de-obra temporária 2.026,09 2.104,62 2.970,10 5.50%
Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial 2.050,56 2.130,04 3.005,97 6.90%
Atividades de vigilância e segurança privada 2.891,34 3.003,40 4.238,49 4.50%
Construção de edifícios 2.335,93 2.426,47 3.424,30 6.40%
Condomínios prediais 2.131,63 2.214,25 3.124,81 4.80%
Atividade médica ambulatorial com recursos para realização de procedimentos cirúrgicos 2.025,86 2.104,38 2.969,76 8.00%
Comércio varejista de outros artigos de uso doméstico 2.286,48 2.375,10 3.351,81 8.10%
Outras atividades de ensino não especificadas anteriormente 2.017,09 2.095,26 2.956,90 7.90%
Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros 2.201,80 2.287,13 3.227,67 7.10%
Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não-customizáveis 3.476,53 3.611,27 5.096,34 7.00%
Serviços de engenharia 1.863,40 1.935,62 2.731,61 6.00%
Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 3.194,78 3.318,60 4.683,30 7.40%
Comércio varejista de outros produtos 2.508,36 2.605,58 3.677,07 7.10%
Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências 2.220,10 2.306,15 3.254,51 6.60%
Instalação e manutenção elétrica 2.160,93 2.244,68 3.167,76 5.30%
Serviços de perícia técnica relacionados à segurança do trabalho 2.066,81 2.146,91 3.029,78 6.60%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.