O dissídio de Mecânico de Prensas 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 911325 no cargo de Mecânico de Prensas.

Estado com maior salário médio

Piauí

R$ 2.981,50

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

1.599 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

São Bernardo do Campo - SP

R$ 6.486,00

Cidade que mais contrata

Tubarão - SC

577 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Mecânico de manutenção de máquinas-ferramentas (usinagem de metais) realiza manutenção mecânica em componentes, equipamentos e máquinas industriais que usinam metais Planeja atividades de manutenção.

Avalia condições do funcionamento de máquinas e equipamentos de usinagem de metais e do desempenho dos seus componentes Pode realizar modernização de máquinas-ferramenta Documenta informações técnicas.

Cumpre normas técnicas e de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

O que faz um Mecânico de Prensas

O Mecânico de manutenção de máquinas-ferramentas (usinagem de metais) realiza manutenção mecânica em componentes, equipamentos e máquinas industriais que usinam metais, como furadeiras, plainas, tornos, fresadoras, retificadoras, mandriladoras e outras Planeja atividades de manutenção mecânica, analisando históricos de manutenção das máquinas e equipamentos - inclusive os disponibilizados em sistemas de controle de redes industriais, locais e a distância - e considerando relato do operador sobre aspectos operacionais como vibração, ruído e temperatura dos elementos e do conjunto.

Verifica disponibilidade de material e ferramental, estima tempo do serviço, define cronograma e estabelece a quantidade de mão-de-obra e a composição da equipe.

Executa serviços de manutenção mecânica, interpretando manuais e desenhos técnicos Identifica e isola, conforme o caso, os pontos de contato com partes elétricas, eletrônicas e interfaces similares com outras tecnologias.

Realiza medidas por meio de instrumentos adequados para detectar e corrigir defeitos Desmonta e remonta conjuntos mecânicos, medindo parâmetros dimensionais, substituindo ou recondicionando peças, calibrando equipamentos, alinhando e nivelando máquinas e conjuntos mecânicos.

Realiza ensaios físicos e mecânicos nas máquinas e em seus componentes, para detectar possíveis falhas.

Pode encaminhar amostras para ensaios laboratoriais, analisando os resultados Testa o funcionando das máquinas e equipamentos.

Por meio de inspeção em períodos regulares, avalia condições de funcionamento de máquinas e equipamentos de usinagem de metais e desempenho dos seus componentes.

Verifica alinhamento e nivelamento das máquinas Lubrifica máquinas, componentes e ferramentas Identifica pontos de lubrificação e desobstrui os condutos para completar nível e quantidade de lubrificantes, de acordo com especificações técnicas.

Avalia os lubrificantes para identificar irregularidades e encaminhar soluções Instrui operadores sobre causas de incidência de quebras e defeitos, como medida preventiva Pode executar serviços de modernização - retrofitting - de máquinas-ferramenta.

Documenta informações técnicas, elaborando relatórios de ocorrências, emitindo pareceres técnicos, registrando modificações e melhorias nos equipamentos e máquinas bem como resultados de ensaios realizados Realiza registro do tempo despendido em serviço de manutenção.

Mantém o local de trabalho limpo, seguro, organizado e adequadamente iluminado Requisita materiais e componentes por meio de formulários e outros documentos apropriados Especifica materiais e peças para compra.

Em atendimento às normas ambientais, adapta componentes e acessórios, seleciona peças e materiais para descarte e reciclagem, reutiliza matéria-prima de peças substituídas e prioriza o uso de produtos químicos não poluentes Pode propor e desenvolver, após aprovação, dispositivos para redução de riscos de acidentes.

Funções do Mecânico de manutenção de máquinas-ferramentas (usinagem de metais)

O profissional Mecânico de Prensas deve realizar ações de qualidade e de preservação ambiental, demonstrar competências pessoais, realizar manutenção em componentes, equipamentos e máquinas industriais, trabalhar com segurança, lubrificar máquinas industriais, componentes e ferramentas, documentar informações técnicas, planejar atividades de manutenção, avaliar as condições de funcionamento e desempenho de componentes de máquinas industriais.

Condições de trabalho da profissão

Mecânicos de manutenção de máquinas industriais podem exercer suas funções em empresas do ramo de fabricação de máquinas e equipamentos, de fabricação de produtos têxteis, de fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos, entre outras. São contratados na condição de empregados com registro em carteira. Trabalham de forma individual, com supervisão ocasional, em ambientes fechados, nos períodos diurno e noturno, podendo atender ocorrências fora do horário de expediente. Podem permanecer em posições desconfortáveis e estar expostos à ação de materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas. Estão sujeitos a trabalhos sob pressão, levando-os à situação de estresse.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Mecânico de manutenção de máquinas-ferramentas (usinagem de metais)

Um Mecânico de manutenção de máquinas-ferramentas (usinagem de metais) deve demonstrar criatividade, selecionar peças e materiais para descarte, adaptar componentes e acessórios, em função da melhoria de desempenho de máquinas industriais, controlar frequência de inspeções, desmontar conjuntos mecânicos, requisitar materiais e componentes, registrar modificações e melhorias, identificar necessidades de melhorias, elaborar croquis de peças, detectar defeitos, manter asseio profissional e postura profissional, manter ferramentas em condições de uso, realizar análises de vibração, ruído e temperatura, verificar disponibilidade de material e ferramental, realizar ensaios físicos e mecânicos, especificar materiais e peças para compra, detectar possibilidade de falhas, interpretar desenhos técnicos, identificar pontos de lubrificação, montar conjuntos mecânicos, comunicar-se com clareza e objetividade, substituir peças, respeitar limites de autoconfiança, definir período de realização da manutenção, calibrar equipamentos, utilizar equipamentos de proteção individual e coletiva, medir parâmetros dimensionais, instruir operadores sobre causas de incidência de quebras e defeitos, desobstruir condutos de lubrificantes, reutilizar matéria-prima de peças substituídas, analisar informações do operador, interpretar medidas expressas em instrumentos de medição, eliminar resíduos de peças e máquinas, bloquear funcionamento de máquinas, manter o local de trabalho limpo e organizado, trabalhar em equipe, sinalizar equipamentos e máquinas em manutenção, encaminhar amostras para ensaios laboratoriais, propor melhorias para redução de custos, inspecionar máquinas em funcionamento, atualizar-se tecnicamente, recondicionar peças, demarcar área de trabalho, respeitar nomenclatura técnica, estimar tempo de manutenção, testar funcionamento de máquinas, alinhar máquinas e conjuntos mecânicos, criar dispositivos para redução de riscos de acidentes, emitir pareceres técnicos, iluminar áreas específicas de trabalho, definir quantidade de mão-de-obra para manutenção, identificar áreas de risco no local de trabalho, nivelar máquinas e conjuntos mecânicos, analisar resultados de testes laboratoriais, elaborar relatórios de ocorrências, exercer liderança, priorizar a utilização de produtos químicos não-poluentes, registrar resultados de peças e materiais em teste, destinar materiais e resíduos para reciclagem, coletar amostras de lubrificantes, substituir lubrificantes, segundo periodicidade definida por seu fabricante, compartilhar conhecimentos e informações, retirar excesso de lubrificantes, detectar irregularidades nas características aparentes de lubrificantes, analisar históricos de manutenção, registrar tempo de manutenção, respeitar opiniões e críticas, registrar utilização de peças e materiais, coletar informações junto a operadores, sobre características e funcionamento de máquinas e processos, interpretar manuais técnicos, completar nível e quantidade de lubrificantes, de acordo com especificações técnicas, verificar alinhamento e nivelamento de máquinas, limpar máquinas e ferramentas, após a manutenção.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Mecânico de Prensas ficou em 6.80%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Mecânico de Prensas e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Mecânicos de manutenção de máquinas industriais que ficou em 6.80% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Mecânico de Prensas em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Mecânico de Prensas ficou em 4.20% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 40,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Mecânicos de manutenção de máquinas industriais 2024

O salário de Mecânico de Prensas mostrado aqui é resultado do levantamento de 6331 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Mecânicos de manutenção de máquinas industriais que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Mecânico de Prensas com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Mecânico de Prensas CBO 911325 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Mecânico de Prensas em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Mecânico de Prensas por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 42h 2.866,72 2.977,83 4.202,40 14,05 7.30%
Santa Catarina 44h 2.335,60 2.426,12 3.423,81 11,10 7.20%
Minas Gerais 44h 2.298,47 2.387,55 3.369,38 10,96 4.20%
Espírito Santo 43h 2.465,66 2.561,22 3.614,47 11,90 5.80%
Paraná 44h 2.733,57 2.839,51 4.007,20 12,96 8.10%
Rio de Janeiro 44h 2.637,16 2.739,37 3.865,88 12,55 4.60%
Mato Grosso do Sul 44h 2.610,63 2.711,81 3.826,99 12,33 4.50%
Rio Grande do Sul 44h 2.703,84 2.808,63 3.963,62 12,87 5.20%
Pará 41h 2.527,36 2.625,32 3.704,92 12,71 4.40%
Pernambuco 44h 2.218,18 2.304,15 3.251,68 10,57 6.50%
Goiás 44h 2.259,63 2.347,21 3.312,45 10,69 4.80%
Mato Grosso 44h 2.383,44 2.475,82 3.493,95 11,27 8.30%
Bahia 44h 2.602,98 2.703,86 3.815,77 12,31 8.20%
Paraíba 44h 1.530,92 1.590,25 2.244,21 7,26 8.30%
Ceará 44h 2.540,76 2.639,23 3.724,56 12,00 8.20%
Rondônia 44h 2.248,62 2.335,77 3.296,31 10,66 5.80%
Maranhão 44h 1.533,14 1.592,56 2.247,46 7,24 7.30%
Alagoas 44h 1.959,92 2.035,88 2.873,10 9,25 7.80%
Sergipe 44h 2.030,90 2.109,62 2.977,15 9,59 5.70%
Rio Grande do Norte 44h 2.503,97 2.601,02 3.670,64 11,91 4.80%
Amazonas 44h 2.852,37 2.962,92 4.181,36 13,57 6.30%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Mecânico de Prensas.

Dissídio de Mecânico de Prensas por cidade

Quanto ganha um Mecânico de Prensas nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Mecânico de Prensas na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Tubarão, SC 44 2.116,61 2.198,64 3.102,79 10,06 6.80%
Ribas do Rio Pardo, MS 44 2.638,50 2.740,76 3.867,84 12,46 6.90%
Itaguaí, RJ 44 2.649,67 2.752,37 3.884,22 12,51 7.10%
Aracruz, ES 44 2.474,49 2.570,39 3.627,41 11,81 7.30%
São Paulo, SP 43 2.737,99 2.844,10 4.013,68 13,21 7.10%
Arcos, MG 44 2.183,56 2.268,18 3.200,93 10,32 7.60%
Serra, ES 41 2.685,17 2.789,24 3.936,26 13,67 4.50%
São Bernardo do Campo, SP 39 6.244,00 6.486,00 9.153,23 33,39 7.20%
Igarassu, PE 44 2.099,04 2.180,40 3.077,04 9,92 4.50%
Pedro Leopoldo, MG 43 2.514,09 2.611,53 3.685,47 12,22 5.70%
Guaíba, RS 44 2.378,24 2.470,41 3.486,32 11,23 8.10%
Ortigueira, PR 44 2.982,34 3.097,93 4.371,89 14,08 7.00%
Parauapebas, PA 40 2.451,38 2.546,39 3.593,54 12,73 6.40%
Florianópolis, SC 44 3.505,06 3.640,90 5.138,15 16,55 4.90%
Campo Largo, PR 44 2.805,98 2.914,73 4.113,35 13,34 4.10%
Araçatuba, SP 44 2.101,16 2.182,60 3.080,15 9,92 8.20%
Guarulhos, SP 44 2.948,59 3.062,87 4.322,41 13,94 5.90%
Sorocaba, SP 41 3.044,70 3.162,70 4.463,30 15,41 4.20%
Poços de Caldas, MG 44 2.135,95 2.218,73 3.131,14 10,09 6.30%
Curitiba, PR 43 2.846,74 2.957,07 4.173,10 13,80 6.40%
Caçador, SC 44 3.176,88 3.300,01 4.657,07 15,00 4.80%
Belo Horizonte, MG 43 2.698,53 2.803,12 3.955,84 12,92 5.30%
Conselheiro Lafaiete, MG 44 2.029,71 2.108,38 2.975,41 9,58 6.90%
Americana, SP 44 2.775,30 2.882,86 4.068,38 13,12 4.60%
Limeira, SP 41 3.443,48 3.576,94 5.047,88 17,25 4.20%
Siderópolis, SC 44 2.036,58 2.115,51 2.985,47 9,62 7.80%
Capinópolis, MG 44 1.784,06 1.853,21 2.615,30 8,51 6.60%
Ponta Grossa, PR 44 2.572,89 2.672,61 3.771,66 12,15 5.40%
Vila Velha, ES 44 1.506,32 1.564,70 2.208,15 7,11 8.00%
Macaé, RJ 42 2.515,82 2.613,32 3.688,00 12,44 6.20%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Mecânico de Prensas. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Mecânico de Prensas no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Obras de montagem industrial 2.396,50 2.489,38 3.513,09 6.40%
Montagem de estruturas metálicas 2.635,70 2.737,86 3.863,75 4.40%
Instalação e manutenção elétrica 2.674,99 2.778,67 3.921,34 6.00%
Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para uso geral 2.441,62 2.536,25 3.579,24 6.80%
Serviços de usinagem, tornearia e solda 2.234,41 2.321,01 3.275,48 4.50%
Manutenção e reparação de outras máquinas e equipamentos para usos industriais 2.283,57 2.372,07 3.347,54 5.10%
Serviços especializados para construção 2.858,49 2.969,28 4.190,34 7.00%
Fabricação de obras de caldeiraria pesada 2.280,04 2.368,41 3.342,37 6.40%
Instalação de máquinas e equipamentos industriais 2.818,11 2.927,33 4.131,13 8.10%
Serviços de engenharia 2.530,63 2.628,71 3.709,72 7.30%
Instalação e manutenção de sistemas centrais de ar condicionado, de ventilação e refrigeração 2.797,00 2.905,40 4.100,19 7.70%
Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores 2.347,36 2.438,34 3.441,06 5.90%
Fabricação de máquinas e equipamentos para a agricultura e pecuária, peças e acessórios, exceto para irrigação 2.265,90 2.353,72 3.321,64 5.20%
Fabricação de estruturas metálicas 2.270,91 2.358,93 3.328,99 5.50%
Testes e análises técnicas 2.451,38 2.546,39 3.593,54 5.20%
Fabricação de outras peças e acessórios para veículos automotores não especificadas anteriormente 2.932,43 3.046,08 4.298,72 8.00%
Fabricação de válvulas, registros e dispositivos semelhantes, peças e acessórios 2.124,03 2.206,36 3.113,68 6.80%
Fabricação de álcool 1.773,91 1.842,66 2.600,42 4.20%
Fabricação de outras máquinas e equipamentos de uso geral , peças e acessórios 2.235,39 2.322,02 3.276,91 6.20%
Fabricação de máquinas e equipamentos para uso industrial específico , peças e acessórios 2.516,00 2.613,52 3.688,27 6.60%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.