O dissídio de Trabalhador na Cultura de Dendê 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 622720 no cargo de Trabalhador na Cultura de Dendê.

Estado com maior salário médio

Amazonas

R$ 1.745,00

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

Pará

9.670 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Igaraçu - PA

R$ 1.421,06

Cidade que mais contrata

Tailândia - PA

3.650 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Trabalhador na cultura de dendê cultiva dendê, realizando plantio, tratos culturais, colheita, pós-colheita e beneficiamento inicial, para comercialização Opera máquinas e equipamentos próprios da mecanização agrícola.

Constrói pequenas estruturas agrícolas Organiza e faz manutenção de primeiro nível em instalações, máquinas e equipamentos Pode usar máquinas automatizadas.

Pode trabalhar em sistemas de produção integrada e agroflorestais Cumpre normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

O que faz um Trabalhador na Cultura de Dendê

O Trabalhador na cultura de dendê seleciona ou auxilia na escolha da área para plantação de dendê Mede o espaço para plantio e verifica a distância que deverá ser deixada entre os dendezeiros, para a expansão das raízes.

Coleta amostras do solo, para realização de exames e análises laboratoriais.

Executa correções químicas e biológicas do solo, quando necessárias Prepara o solo para o plantio do dendê, capinando, roçando, arando e gradeando.

Forma covas, sulcos e canteiros Produz mudas, colocando sementes pré-germinadas diretamente em sacos plásticos com terra peneirada, no viveiro.

Rega as mudas.

Seleciona as mudas, eliminando as anormais Transplanta as mudas selecionadas na área de cultivo.

Faz o coroamento do dendezeiro, eliminando as plantas que o circundam.

Pode aplicar cobertura morta, conforme o caso Executa tratos culturais na plantação de dendê, em todas as fases da produção Irriga, aduba e nutre o solo e as plantas, conforme as características edafoclimáticas, o relevo e as características da produção.

Poda as palmas Controla e combate o aparecimento de doenças no cultivo – como podridões e “anel vermelho” -, além de plantas e animais-insetos invasores, como lagartas, brocas e besouros da dendeicultura Executa manejo integrado de pragas e doenças.

Prepara e aplica defensivos agrícolas Pode posicionar iscas para controle de insetos.

Monitora o desenvolvimento das plantas, acompanhando a maturação de frutos nos cachos Tria os frutos conforme integridade, cor – alaranjado e vermelho - e tamanho Organiza e executa as atividades de colheita.

Colhe dendê, de modo manual, semimecanizado ou mecanizado Pode enviar os cachos colhidos para produção do óleo de palma - também conhecido como azeite de dendê - e do óleo de palmiste em usinas Com uso de animal ou máquina – como micro trator, transporta os cachos até a beira de estrada, onde eles são recolhidos e levados à usina por caminhões ou carretas basculantes.

Pode utilizar outros meios para que os cachos cheguem à usina, cuidando para que o transporte seja no menor prazo possível, para não comprometer a qualidade do óleo produzido Pode realizar as atividades de pós-colheita e beneficiamento inicial Separa o dendê do cacho e faz a limpeza da colheita, com o auxílio de máquinas de beneficiamento.

Encarrega-se da secagem - em áreas abertas e em secadores -, além da quebra, do cozimento, da moagem e da prensagem do dendê Participa das operações de pesagem, classificação, embalagem e armazenamento da produção Opera máquinas, equipamentos e implementos agrícolas semimecanizados e mecanizados para o cultivo do dendê, tais como tratores, plantadoras-semeadoras, colhedoras e máquinas de corte-debulha Pode usar máquinas automatizadas para tratamento de sementes e mudas, plantio, irrigação, colheita, secagem, moagem, cozimento e prensagem de dendê Pode utilizar processos automatizados de separação, transporte e armazenagem de dendê.

Organiza e faz manutenção de primeiro nível em instalações, máquinas e equipamentos agrícolas Lubrifica máquinas e veículos Constrói pequenas estruturas agrícolas, como coberturas e barreiras para a plantação Zela pela limpeza, higiene e organização das áreas de beneficiamento e de armazenagem.

Funções do Trabalhador na cultura de dendê

O profissional Trabalhador na Cultura de Dendê deve demonstrar competências pessoais, produzir mudas e sementes de plantas oleaginosas, beneficiar colheita, armazenar colheita, preparar solo, colher frutos de plantas oleaginosas, plantar culturas oleaginosas, tratar culturas oleaginosas.

Condições de trabalho da profissão

Trabalhadores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas trabalham na atividade agrícola, organizados em grupos de trabalhadores, sob supervisão ocasional, em ambiente a céu aberto, durante o dia e sujeitos à exposição de materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Trabalhador na cultura de dendê

Um Trabalhador na cultura de dendê deve corrigir solo, misturar defensivos agrícolas, coroar covas de coco-da-baía e dendê, classificar sementes, monitorar desenvolvimento da cultura, manifestar agilidade motora, pulverizar lavoura, coletar amostras de solo, trabalhar em equipe, cortar cachos de coco-da-baía e dendê, transplantar mudas de viveiros para covas, cozinhar dendê, peneirar terra, demonstrar resistência física, manifestar sensibilidade com plantas, podar palmas das culturas de coco-da-baía e dendê, regar mudas, posicionar iscas para controle de insetos, pesar colheita, separar dendê do cacho, separar óleo de dendê de água, manifestar iniciativa, transportar colheita, fechar covas, abrir covas, adubar solo, balizar área de plantio, construir viveiros, lavar dendê, colocar terra em sacos plásticos, medir espaço para plantio, roçar área de plantio, capinar área de plantio, extrair coco de dendê, moer dendê.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Trabalhador na Cultura de Dendê ficou em 5.20%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Trabalhador na Cultura de Dendê e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Trabalhadores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas que ficou em 5.20% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Trabalhador na Cultura de Dendê em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Trabalhador na Cultura de Dendê ficou em 9.70% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 16,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Trabalhadores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas 2024

O salário de Trabalhador na Cultura de Dendê mostrado aqui é resultado do levantamento de 9672 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Trabalhadores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Trabalhador na Cultura de Dendê com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Trabalhador na Cultura de Dendê CBO 622720 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Trabalhador na Cultura de Dendê em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Trabalhador na Cultura de Dendê por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Pará 43h 1.298,00 1.348,31 1.902,78 6,20 5.00%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Trabalhador na Cultura de Dendê.

Dissídio de Trabalhador na Cultura de Dendê por cidade

Quanto ganha um Trabalhador na Cultura de Dendê nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Trabalhador na Cultura de Dendê na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Tailândia, PA 44 1.300,17 1.350,56 1.905,95 6,14 6.30%
Tome-Acu, PA 43 1.301,05 1.351,48 1.907,24 6,34 6.00%
Moju, PA 44 1.295,17 1.345,37 1.898,62 6,13 6.40%
Acara, PA 44 1.284,05 1.333,81 1.882,31 6,08 7.00%
Concordia do Para, PA 44 1.275,89 1.325,34 1.870,36 6,03 8.10%
Bonito, PA 44 1.287,45 1.337,34 1.887,30 6,08 6.10%
Garrafão do Norte, PA 44 1.287,50 1.337,40 1.887,38 6,11 7.70%
Abaetetuba, PA 44 1.272,77 1.322,10 1.865,78 6,01 5.90%
Igaraçu, PA 44 1.368,04 1.421,06 2.005,45 6,47 6.90%
São Miguel do Guamá, PA 42 1.279,32 1.328,90 1.875,39 6,29 5.90%
Santo Antônio do Tauá, PA 44 1.322,35 1.373,60 1.938,47 6,24 7.10%
Santa Barbara do Para, PA 44 1.293,85 1.344,00 1.896,69 6,11 4.70%
Belém, PA 44 1.338,78 1.390,67 1.962,55 6,32 6.00%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Trabalhador na Cultura de Dendê. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Trabalhador na Cultura de Dendê no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Cultivo de dendê 1.295,36 1.345,57 1.898,91 6.70%
Fabricação de óleos vegetais em bruto, exceto óleo de milho 1.306,03 1.356,65 1.914,55 7.30%
Comércio varejista de materiais de construção em geral 1.291,72 1.341,78 1.893,56 5.50%
Fabricação de óleos vegetais refinados, exceto óleo de milho 1.270,75 1.320,00 1.862,82 5.00%
Atividades de apoio à agricultura não especificadas anteriormente 1.299,51 1.349,88 1.904,99 5.10%
Serviço de preparação de terreno, cultivo e colheita 1.286,85 1.336,73 1.886,43 4.80%
Cultivo de frutas de lavoura permanente não especificadas anteriormente 1.292,89 1.343,00 1.895,28 5.50%
Produção de sementes certificadas, exceto de forrageiras para pasto 1.335,21 1.386,96 1.957,31 6.30%
Cultivo de outras plantas de lavoura temporária não especificadas anteriormente 1.285,51 1.335,33 1.884,46 7.10%
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - supermercados 1.309,50 1.360,25 1.919,63 4.60%
Cultivo de outras plantas de lavoura permanente não especificadas anteriormente 1.300,27 1.350,67 1.906,10 5.80%
Serviço de poda de árvores para lavouras 1.315,03 1.366,00 1.927,74 7.80%
Cultivo de pimenta-do-reino 1.344,56 1.396,67 1.971,02 8.20%
Comercio varejista de artigos de cama, mesa e banho 1.288,46 1.338,40 1.888,79 6.50%
Criação de bovinos, exceto para corte e leite 2.106,36 2.188,00 3.087,77 7.00%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.