O dissídio de Tingidor de Fios 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 311710 no cargo de Tingidor de Fios.

Estado com maior salário médio

Santa Catarina

R$ 2.156,25

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

Ceará

1.795 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Floriano - PI

R$ 4.137,03

Cidade que mais contrata

Fortaleza - CE

953 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Colorista têxtil desenvolve cores em laboratórios, preparando tinturas têxteis, de acordo com especificações Prepara cartela de cores para produtos têxteis e de vestuários, pesquisando tendências, selecionando e harmonizando cores.

Controla a qualidade dos produtos e dos processos de estamparia e tingimento, com relação à conformidade da cor ao padrão estabelecido e às características físicas e químicas Segue procedimentos, normas técnicas e normas regulamentadoras de prevenção de incêndios, de biossegurança, de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

O que faz um Tingidor de Fios

O Colorista têxtil recebe, inspeciona e testa corantes, pigmentos, ligantes, resinas e demais materiais utilizados na estamparia e no tingimento de materiais têxteis, para garantir a conformidade com as especificações Desenvolve cores em laboratórios, selecionando, pesando e misturando pigmentos, corantes e materiais auxiliares para preparar tinturas têxteis, de acordo com especificações.

Calcula e prepara receitas de cores para produção, a partir de formulações de cores preestabelecidas.

Coleta amostras de materiais ou produtos intermediários e acabados para realizar testes laboratoriais das receitas Testa a qualidade de tinturas aplicadas em materiais têxteis, comparando a cor com os padrões estabelecidos - seja visualmente ou usando equipamentos como colorímetros ou espectrofotômetros -, ajustando e padronizando cores.

Desenvolve cartela de cores para produtos têxteis e de vestuários, pesquisando tendências, selecionando e harmonizando cores Identifica cores com códigos, em conformidade com padrões internacionais.

Pode interagir com o designer têxtil, para decidir as cores a serem usadas para cada padrão de tecido e a combinação de cores em uma coleção para os segmentos de mercado masculino, feminino e infantil.

Analisa as tendências da indústria da moda Controla a qualidade de processo de tingimento e estamparia, examinando as características físicas e químicas das tinturas e corantes.

Pode operar e manter máquinas e equipamentos utilizados no processo de tingimento e estamparia de materiais têxteis.

Registra os dados operacionais ou de produção em formulários especificados Conserva local de trabalho limpo e organizado Armazena corantes, pigmentos, ligantes, resinas e demais materiais.

Destina adequadamente os resíduos gerados, reciclando materiais e realizando descarte de acordo com as normas ambientais Zela pela segurança, prevenindo acidentes, eliminando condições inseguras e utilizando equipamentos de proteção individual.

Funções do Colorista têxtil

O profissional Tingidor de Fios deve desenvolver cores em laboratórios, desenvolver cartela de cores de produtos têxteis, de vestuários, de couros, de papéis, trabalhar com segurança, controlar a qualidade de processo de tingimento, estamparia e impressão, implementar receitas de cores para produção de artigos têxteis, couros e papéis, demonstrar competências pessoais, desenvolver coloração para tinturaria, estamparia e impressão, controlar a qualidade de artigos e produtos para tingimento, estamparia e impressão.

Condições de trabalho da profissão

Coloristas esses profissionais estão presentes em empresas de fabricação de produtos têxteis, de confecção de artigos de vestuário e acessórios, de preparação de couros e fabricação de artefatos de couro, de fabricação de celulose, papel e produtos de papel e gráficas (impressão e reprodução de gravações). Mantêm vínculo formal como empregados registrados nas empresas e trabalham com supervisão permanente, em ambientes fechados, organizando-se em equipes. O horário de trabalho para o colorista de papel e colorista têxtil é diurno e com rodízio de turnos para os demais. Eventualmente, em algumas atividades, esses trabalhadores podem estar expostos a materiais tóxicos e ruído intenso.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Colorista têxtil

Um Colorista têxtil deve manter atenção concentrada, distinguir cores., pesquisar tendências de cores, conferir concentração de corantes no tingimento ou impressão, demonstrar flexibilidade, demonstrar acuidade visual, analisar resultados da impressão de estampas, controlar viscosidade de tintas, pastas, vernizes, inspecionar, visualmente, as cores de materiais para tingimento, estamparia ou impressão, ajustar equipamentos para impressão de estampas, selecionar cores para artigos têxteis, papéis, couros e peles, utilizar equipamentos de proteção individual e coletiva, medir concentração de produtos auxiliares para tingimento, estamparia ou impressão, conferir concentração de pigmentos na estamparia ou impressão, selecionar ferramentas para tingimento, estamparia, impressão, preparar receitas de cores, verificar validade de pigmentos, corantes, produtos auxiliares para tingimentos, estamparias e impressão, evidenciar criatividade, colorir estampas conforme tendências da moda, selecionar cores para cartelas, inspecionar percentual de sólidos dos produtos auxiliares para tingimento, estamparia ou impressão, utilizar corantes, pigmentos, produtos auxiliares conforme recomendações do fabricante., eliminar condições inseguras, ajustar receitas de cores à produção, identificar cores com códigos em conformidade com padrões internacionais, comparar visualmente cores elaboradas com cores requisitadas, medir cores com calorímetro ou espectrofotômetro, consultar catálogos de tendências de cores, harmonizar cores em cartelas, distinguir imagens, testar receitas em materiais têxteis, papéis, couros e peles, controlar hidrofilidade de tecidos, realizar amostragens na produção, manter-se atualizado tecnologicamente, codificar receitas de cores para estamparia, tinturaria e impressão, trabalhar em equipe, identificar produtos de riscos ambientais, demonstrar responsabilidade, montar catálogos para representantes, definir cores para artigos tintos, estampados e impressos, controlar ph de pastas, padronizar receitas de cores, especificar cores de acordo com os segmentos de mercado (masculino, feminino, infantil e decoração), testar cores na produção, avaliar resultados das amostragens, selecionar corantes, pigmentos e produtos auxiliares, demonstrar iniciativa.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Tingidor de Fios ficou em 4.90%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Tingidor de Fios e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Coloristas que ficou em 4.90% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Tingidor de Fios em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Tingidor de Fios ficou em 6.30% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 19,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Coloristas 2024

O salário de Tingidor de Fios mostrado aqui é resultado do levantamento de 8107 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Coloristas que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Tingidor de Fios com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Tingidor de Fios CBO 311710 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Tingidor de Fios em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Tingidor de Fios por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Ceará 44h 1.455,92 1.512,35 2.134,27 6,94 4.80%
Santa Catarina 43h 2.075,80 2.156,25 3.042,97 9,95 7.70%
São Paulo 44h 1.920,97 1.995,42 2.815,99 9,16 4.70%
Maranhão 43h 1.350,53 1.402,87 1.979,78 6,51 5.70%
Piauí 44h 1.740,04 1.807,47 2.550,76 8,28 8.20%
Pernambuco 44h 1.373,43 1.426,66 2.013,34 6,55 5.90%
Rio Grande do Norte 44h 1.341,05 1.393,03 1.965,89 6,37 6.20%
Paraíba 44h 1.643,83 1.707,54 2.409,74 7,81 5.80%
Pará 44h 1.549,87 1.609,94 2.271,99 7,37 6.80%
Rio de Janeiro 42h 1.429,12 1.484,51 2.094,99 7,12 6.20%
Minas Gerais 44h 1.435,88 1.491,53 2.104,89 6,81 5.90%
Bahia 44h 1.371,44 1.424,60 2.010,43 6,53 5.70%
Amazonas 43h 1.339,39 1.391,30 1.963,44 6,41 5.70%
Sergipe 43h 1.426,73 1.482,02 2.091,48 6,82 4.60%
Paraná 44h 1.862,45 1.934,64 2.730,22 8,85 5.90%
Rio Grande do Sul 44h 1.985,35 2.062,29 2.910,37 9,42 5.70%
Goiás 43h 1.455,55 1.511,96 2.133,72 7,08 7.30%
Espírito Santo 43h 1.381,22 1.434,76 2.024,77 6,63 5.40%
Roraima 43h 1.311,74 1.362,58 1.922,92 6,32 6.50%
Alagoas 44h 1.381,98 1.435,55 2.025,88 6,56 4.80%
Tocantins 44h 1.338,82 1.390,71 1.962,61 6,32 8.00%
Mato Grosso do Sul 44h 1.367,48 1.420,48 2.004,63 6,46 7.10%
Mato Grosso 44h 1.318,61 1.369,72 1.932,99 6,23 4.40%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Tingidor de Fios.

Dissídio de Tingidor de Fios por cidade

Quanto ganha um Tingidor de Fios nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Tingidor de Fios na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Fortaleza, CE 43 1.429,18 1.484,57 2.095,07 6,83 4.80%
Teresina, PI 44 1.629,56 1.692,71 2.388,81 7,78 5.30%
São Luís, MA 43 1.363,56 1.416,41 1.998,88 6,59 6.70%
Brusque, SC 43 2.170,76 2.254,89 3.182,17 10,60 4.70%
Tailândia, PA 44 1.306,49 1.357,13 1.915,22 6,18 8.30%
João Pessoa, PB 44 1.364,51 1.417,39 2.000,26 6,47 7.10%
Jaraguá do Sul, SC 44 1.898,01 1.971,57 2.782,34 9,04 7.40%
Recife, PE 43 1.374,43 1.427,70 2.014,81 6,60 7.20%
São Paulo, SP 44 1.808,46 1.878,55 2.651,07 8,61 4.60%
Natal, RN 44 1.309,91 1.360,68 1.920,23 6,19 4.10%
Gaspar, SC 44 2.096,74 2.178,01 3.073,67 9,91 4.10%
Mossoró, RN 44 1.310,42 1.361,21 1.920,97 6,22 5.70%
Manaus, AM 43 1.340,60 1.392,55 1.965,21 6,42 4.70%
Botuvera, SC 44 2.142,84 2.225,89 3.141,24 10,13 7.60%
Guarulhos, SP 44 2.037,11 2.116,06 2.986,25 9,68 6.30%
Rio de Janeiro, RJ 43 1.406,25 1.460,75 2.061,46 6,74 7.20%
Campina Grande, PB 43 2.892,36 3.004,46 4.239,99 13,90 7.40%
Salto de Pirapora, SP 44 1.588,88 1.650,46 2.329,17 7,50 4.90%
Blumenau, SC 44 2.126,76 2.209,18 3.117,67 10,14 5.00%
Nova Odessa, SP 44 2.430,22 2.524,41 3.562,52 11,47 7.80%
Eusébio, CE 44 1.335,75 1.387,52 1.958,11 6,32 5.70%
Indaial, SC 43 1.895,70 1.969,17 2.778,95 9,14 4.70%
Aracaju, SE 44 1.318,55 1.369,66 1.932,90 6,25 4.10%
Sobral, CE 44 2.568,04 2.667,57 3.764,55 12,21 5.10%
Caruaru, PE 44 1.396,65 1.450,78 2.047,38 6,62 5.20%
São João de Meriti, RJ 39 1.385,98 1.439,70 2.031,74 7,37 4.20%
Petrolina, PE 44 1.342,96 1.395,01 1.968,67 6,35 4.10%
Parnamirim, RN 44 1.616,99 1.679,66 2.370,39 7,71 6.80%
Teresópolis, RJ 40 1.424,23 1.479,43 2.087,81 7,34 4.10%
Curitiba, PR 43 1.844,24 1.915,72 2.703,52 8,82 4.30%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Tingidor de Fios. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Tingidor de Fios no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Alvejamento, tingimento e torção em fios, tecidos, artefatos têxteis e peças do vestuário 2.078,49 2.159,05 3.046,91 6.70%
Restaurantes e similares 1.624,03 1.686,98 2.380,71 6.30%
Fabricação de madeira laminada e de chapas de madeira compensada, prensada e aglomerada 1.307,31 1.357,98 1.916,42 4.10%
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - minimercados, mercearias e armazéns 1.649,80 1.713,74 2.418,49 5.50%
Comércio varejista de materiais de construção em geral 1.359,57 1.412,26 1.993,02 6.50%
Fabricação de outros produtos têxteis 1.847,53 1.919,13 2.708,34 5.00%
Condomínios prediais 1.319,97 1.371,13 1.934,98 6.00%
Fabricação de tecidos de malha 2.181,97 2.266,54 3.198,61 5.40%
Hotéis 1.348,21 1.400,47 1.976,38 5.60%
Estamparia e texturização em fios, tecidos, artefatos têxteis e peças do vestuário 2.271,97 2.360,03 3.330,54 7.20%
Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros 1.306,88 1.357,53 1.915,79 5.90%
Fabricação de linhas para costurar e bordar 2.057,31 2.137,05 3.015,87 5.10%
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 1.402,92 1.457,29 2.056,57 6.20%
Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida 1.608,78 1.671,13 2.358,35 4.20%
Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 1.343,02 1.395,07 1.968,76 6.60%
Construção de edifícios 1.371,79 1.424,95 2.010,94 6.10%
Serviços combinados para apoio a edifícios, exceto condomínios prediais 1.371,33 1.424,48 2.010,27 8.20%
Lavanderias 1.590,44 1.652,08 2.331,46 4.50%
Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares 1.423,39 1.478,56 2.086,59 6.80%
Locação de mão-de-obra temporária 1.606,54 1.668,80 2.355,06 7.50%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.