O dissídio de Técnico em Geofísica 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 316105 no cargo de Técnico em Geofísica.

Estado com maior salário médio

Bahia

R$ 5.500,00

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

Rio de Janeiro

31 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Rio de Janeiro - RJ

R$ 2.657,00

Cidade que mais contrata

Rio de Janeiro - RJ

27 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Técnico em geofísica realiza estudos da composição e das propriedades físicas e estruturais do solo e das rochas e executa investigação de fenômenos magnéticos, elétricos, sísmicos, gravitacionais e térmicos, prestando apoio técnico a engenheiros civis, engenheiros de mineração e geólogos Efetua compilação, conferência, avaliação e interpretação de dados geofísicos.

Elabora e atualiza mapas, perfis geográficos e relatórios técnicos Fornece suporte técnico para a prospecção de recursos minerais Faz uso de tecnologias digitais e de outras inovações, como o GPR-Radar de penetração no solo terrestre (Ground Penetration Radar).

Pode supervisionar equipes de trabalho Cumpre normas técnicas, normas de biossegurança e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de prevenção contra incêndios e de preservação ambiental

O que faz um Técnico em Geofísica

O Técnico em geofísica realiza estudos geofísicos, analisando a composição e as propriedades físicas e estruturais do solo e das rochas e investigando fenômenos magnéticos, elétricos, sísmicos, gravitacionais e térmicos Localiza pontos de amostragem para registrar dados geofísicos e dados de perfilagem de poços e desvios de furos.

Processa os dados geofísicos, fazendo sua compilação, sua conferência, sua avaliação e sua interpretação.

Elabora e atualiza mapas, perfis geográficos e relatórios técnicos, a fim de contribuir para a execução dos programas de estudos geofísicos aplicados na verificação da estabilidade dos solos, na viabilidade de execução de projetos e fundações em terrenos, na análise dos impactos ambientais da exploração de minérios, e em outras aplicações similares Pode utilizar GPR-Radar de penetração no solo terrestre (Ground Penetration Radar) portátil e métodos geofísicos - tais como sísmico de reflexão e refração, gravimetria, magnetometria e radiometria -, para a prospecção do subsolo.

Pode participar da interpretação de dados sísmicos - com o auxílio de computadores e instrumentos de medição -, construindo modelos tridimensionais (realidade virtual) para investigação de sistemas subterrâneos e para simulações de terremotos e de outros eventos que possam ocorrer nesses sistemas Participa no planejamento da prospecção de recursos minerais, auxiliando na elaboração de cronograma de trabalho e na definição de equipe e equipamentos para a execução das atividades.

Fornece suporte para a prospecção de recursos minerais, auxiliando em processos de requerimentos e alvarás de áreas de pesquisa de lavra, definindo base operacional e apoio logístico, e estabelecendo métodos e padrões de trabalho.

Identifica áreas de potencial mineral, verificando vias de acesso Consulta mapas aerogeofísicos, relatórios e cartas topográficas, a fim de subsidiar processos de tomada de decisão.

Contata proprietários superficiários para negociação.

Pode supervisionar equipes de trabalho, distribuindo tarefas, avaliando desempenho e desenvolvendo treinamentos Participa do controle de recursos, administrando custos operacionais Conserva o local de trabalho limpo, seguro e organizado.

Mantém ferramentas, instrumentos e equipamentos limpos, organizados, acondicionados e em plenas condições de uso Contribui para a redução de impactos ambientais, atuando para o direcionamento de sondagens aos locais de maior interesse Sensibiliza e conscientiza as equipes de trabalho quanto à importância da preservação ambiental.

Trabalha com segurança, usando equipamentos de proteção individual e participando de ações para prevenção de acidentes Identifica situações de risco e propõe soluções para eliminá-las.

Pode prestar primeiros socorros.

Funções do Técnico em geofísica

O profissional Técnico em Geofísica deve fornecer suporte para prospecção de recursos minerais, identificar Áreas de potencial mineral, comunicar-se, demonstrar competências pessoais, processar dados geológicos, geofísicos e geoquímicos.

Condições de trabalho da profissão

Técnicos em geologia atuam em indústrias de extração de minerais metálicos e outros minerais, de extração de petróleo e gás natural, indústrias de construção e de captação, purificação e distribuição de água. São empregados assalariados, com carteira assinada, que trabalham em equipe, sob supervisão ocasional de profissionais de nível superior. O trabalho está sujeito a condições ambientais adversas e posições desconfortáveis durante longos períodos. Freqüentemente sofrem exposição de radiação, ruídos, altas temperaturas e material tóxico. Quando em trabalho de campo, podem atuar em locais abertos, em subterrâneos ou outros locais confinados e em grandes altitudes.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Técnico em geofísica

Um Técnico em geofísica deve auxiliar em processos de requerimentos e alvarás de áreas de pesquisa e lavra, administrar custos operacionais, dar provas de resistência física, demonstrar capacidade de expressão oral, demonstrar pragmatismo, definir equipe, equipamentos, métodos e padrões de trabalho, conferir dados, definir base operacional de trabalho e apoio logístico, trabalhar em equipe, consultar mapas aerogeofísicos, relatórios e cartas topográficas, demonstrar liderança, coordenar equipe de trabalho, treinar equipe de trabalho, demonstrar capacidade de adaptação, elaborar mapas e perfis geográficos, localizar pontos de amostragem, registrar dados geofísicos, contatar superficiários para negociações, agir com iniciativa, compilar dados, elaborar relatórios técnicos, atualizar mapas e documentos, demonstrar raciocínio lógico, registrar dados de perfilagem de poços e desvios de furos, demonstrar capacidade de expressão escrita, auxiliar na definição de cronograma de trabalho, identificar vias de acesso, avaliar e interpretar dados.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Técnico em Geofísica ficou em 6.30%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Técnico em Geofísica e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Técnicos em geologia que ficou em 6.30% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Técnico em Geofísica em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Técnico em Geofísica ficou em 9.90% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 33,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Técnicos em geologia 2024

O salário de Técnico em Geofísica mostrado aqui é resultado do levantamento de 69 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Técnicos em geologia que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Técnico em Geofísica com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Técnico em Geofísica CBO 316105 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Técnico em Geofísica em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Técnico em Geofísica por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Rio de Janeiro 43h 3.463,88 3.598,13 5.077,79 16,60 6.10%
São Paulo 43h 2.052,50 2.132,04 3.008,81 9,81 6.80%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Técnico em Geofísica.

Dissídio de Técnico em Geofísica por cidade

Quanto ganha um Técnico em Geofísica nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Técnico em Geofísica na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Rio de Janeiro, RJ 44 2.557,86 2.657,00 3.749,64 12,12 4.30%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Técnico em Geofísica. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Técnico em Geofísica no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Serviços de cartografia, topografia e geodésia 1.832,68 1.903,71 2.686,57 7.30%
Atividades de estudos geológicos 4.481,82 4.655,52 6.570,01 7.20%
Serviços de engenharia 2.275,16 2.363,33 3.335,21 6.90%
Atividades técnicas relacionadas à engenharia e arquitetura não especificadas anteriormente 2.310,45 2.400,00 3.386,95 6.10%
Atividades de apoio à extração de minerais metálicos não-ferrosos 1.491,21 1.549,00 2.186,00 6.30%
Perfuração e construção de poços de água 2.406,72 2.500,00 3.528,08 8.30%
Obras de fundações 2.440,42 2.535,00 3.577,47 4.70%
Extração de petróleo e gás natural 21.519,95 22.354,00 31.546,64 7.20%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.