O dissídio de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 910210 no cargo de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga.

Estado com maior salário médio

Mato Grosso do Sul

R$ 6.082,05

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

805 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Lençóis Paulista - SP

R$ 7.734,78

Cidade que mais contrata

São Paulo - SP

112 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Supervisor da manutenção e reparação de veículos pesados supervisiona atividades de manutenção e reparação de veículos pesados, planejando, coordenando e controlando o processo Promove melhorias e inovações tecnológicas no processo de manutenção e reparação veicular.

Seleciona, integra, orienta, avalia e treina a equipe de trabalho, para a melhoria contínua do seu desempenho Providencia recursos para manutenção veicular Registra informações técnico- administrativas e elabora relatórios.

Cumpre procedimentos e normas técnicas, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental

O que faz um Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga

O Supervisor da manutenção e reparação de veículos pesados planeja a manutenção e a reparação de veículos pesados, analisando ordens de serviço e relatórios de defeitos e avarias Interpreta desenhos, memoriais descritivos, catálogos, manuais e normas técnicas.

Verifica a disponibilidade de mão de obra.

Faz a especificação de máquinas, peças, equipamentos e ferramentas para a execução dos serviços Define rotinas de trabalho e prioridades de atendimento.

Distribui ordens de serviço e estima tempo de manutenção e reparo Elabora cronogramas de atividades.

Estabelece interfaces com outros departamentos da empresa.

Coordena as atividades de manutenção e reparação de veículos pesados, orientando e analisando as soluções propostas pela equipe de trabalho Testa os veículos, para confirmar as causas de defeitos e falhas.

Determina, quando necessário, a substituição de peças no veículo e de ferramentas usadas durante o processo de reparo.

Busca informações para solução de problemas mais complexos, contatando fornecedores Presta socorro externo em situação de emergência Controla a qualidade dos processos de manutenção e reparação de veículos pesados, examinando relatórios de vistorias, avaliando índices de retrabalho e analisando índices de incidências de falhas.

Audita processos de manutenção e reparação Promove melhorias e inovações tecnológicas no processo de manutenção veicular, propondo medidas para redução de custos e tempo de manutenção e sugerindo melhorias no desenvolvimento de produtos de fabricantes Busca inovações, pesquisando novos equipamentos, ferramentas, materiais e sistemas.

Incorpora recursos fundamentados em tecnologias digitais, desenvolvendo – para a manutenção veicular – os planos de modernização tecnológica próprios da empresa ou desenvolvidos em parceria com o fabricante Administra equipes de trabalho, selecionando pessoal, controlando absenteísmo e horas trabalhadas e verificando o cumprimento de normas.

Elabora escalas de férias e plantão de trabalho, observando parâmetros da legislação e normas da empresa Supervisiona o desempenho das equipes, integrando, orientando e avaliando o trabalho Desenvolve a equipe de trabalho, encaminhando indicados para atualização técnica, adequando material didático e realizando treinamentos.

Programa visitas técnicas ao fabricante, às feiras tecnológicas e a outros locais de interesse Prepara e coordena reuniões de trabalho Divulga boletins de informações técnicas.

Requisita, para o acervo interno, manuais e catálogos técnicos de fornecedores e/ou acessa, via internet, as informações técnicas disponibilizadas por fabricantes e sítios especializados Controla os materiais disponíveis em estoque para a manutenção e a reparação de veículos pesados Requisita suprimentos, em caráter emergencial e para reposição de estoques.

Registra informações técnico-administrativas Emite relatórios técnicos e participa da elaboração de documentos com análise de custos de manutenção e reparação veicular Arquiva documentação de processos técnicos Confere a organização do local de manutenção e reparo de veículos e inspeciona o desligamento de equipamentos no final do expediente Coordena e realiza trabalhos zelando pelas normas ambientais.

Controla emissão de poluentes, destina materiais e resíduos para reciclagem e orienta a seleção e o acondicionamento de materiais para descarte Trabalha com segurança e promove a segurança no trabalho para todos os membros da equipe, utilizando e monitorando o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI), participando na identificação de áreas de riscos de acidentes e colaborando na análise ergonométrica dos locais de trabalho Promove treinamentos de primeiros socorros e de prevenção e combate a incêndios.

Funções do Supervisor da manutenção e reparação de veículos pesados

O profissional Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga deve demonstrar competências pessoais, coordenar atividades de manutenção e reparação veicular, supervisionar equipes de trabalho, controlar a qualidade dos processos de manutenção e reparação veicular, planejar manutenção e reparação veicular, registrar informações técnico-administrativas, prover recursos para manutenção e reparação veicular, trabalhar com segurança e de acordo com normas ambientais.

Condições de trabalho da profissão

Supervisores em serviços de reparação e manutenção veicular trabalham em empresas ou departamentos de transporte terrestre, concessionárias e oficinas mecânicas de veículos leves e pesados, como empregados assalariados com carteira assinada. Organizam-se em equipe, sob supervisão ocasional de uma gerência. Podem atuar em locais fechados ou abertos, geralmente em horários irregulares e expostos a ruídos no ambiente de trabalho.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Supervisor da manutenção e reparação de veículos pesados

Um Supervisor da manutenção e reparação de veículos pesados deve reduzir número de falhas na manutenção corretiva, participar da análise ergonométrica dos locais de trabalho, definir rotinas de trabalho, conferir a organização do local de manutenção e reparo de veículos, identificar necessidades de treinamento, analisar relatórios de manutenção e reparação, relacionar itens de manutenção e de substituição de peças, demonstrar iniciativa, monitorar a utilização do uso de equipamentos de proteção individual (epi), avaliar índices de retrabalho, estabelecer interfaces com outros departamentos, prestar socorro mecânico externo em situação de emergência, identificar causas de defeitos e falhas, demarcar área de trabalho, programar visitas técnicas, avaliar desempenho da equipe, informar-se a respeito dos problemas existentes no veículo, comunicar-se, controlar emissão de poluentes, controlar absenteísmo da equipe, controlar horas trabalhadas, requisitar suprimentos em caráter emergencial, testar veículos, adequar material didático para treinamento da equipe, interpretar desenhos, memoriais descritivos, catálogos, manuais e normas técnicas, emitir pareceres técnicos sobre compra de materiais, equipamentos e ferramentas, preparar reuniões, orientar funcionários da equipe na realização das atividades, demonstrar criatividade, demonstrar autocontrole, utilizar equipamentos de proteção individual, demonstrar capacidade de compreensão de termos técnicos em língua estrangeira, demonstrar flexibilidade, elaborar cronogramas, demonstrar sociabilidade, atualizar-se profissionalmente, participar da identificação de áreas de riscos de acidentes, distribuir ordens de serviço, propor melhorias em etapas de processos para redução de custos e tempo de manutenção, buscar informações para soluções de problemas, programar suprimentos de insumos, coordenar reuniões, contatar fornecedores, inspecionar desligamento de equipamentos no final do expediente, monitorar o cumprimento de normas, manter bom relacionamento interpessoal, avaliar, tecnicamente, candidatos a vagas de emprego na empresa, liderar equipe, determinar substituição de peças e ferramentas, analisar relatórios de vistorias, especificar mão-de-obra, analisar índices de incidências de falhas, verificar disponibilidade de mão-de-obra, peças, componentes e ferramental, emitir relatórios técnicos, demonstrar dinamismo, destinar materiais e resíduos para reciclagem, elaborar escalas de férias e plantão de trabalho, analisar a necessidade de substituição de peças e ferramentas, buscar inovações, auditar processos de manutenção e reparação, indicar funcionários para atualização técnica, especificar máquinas, peças, equipamentos e ferramentas, incentivar equipes de trabalho, participar de treinamentos de prevenção e combate a incêndios, analisar ordens de serviços, relatórios de defeitos e avarias, requisitar, para arquivo, manuais e catálogos técnicos de fornecedores, elaborar plano de manutenção preventiva de acordo com manual do fabricante, arquivar processos técnicos, divulgar boletins de informações técnicas, selecionar materiais para descarte, treinar equipes de trabalho, aprovar requisições de materiais e peças, participar da elaboração de relatórios de custos de manutenção e reparação veicular, sugerir melhorias no desenvolvimento de serviços e produtos de fabricantes, demonstrar confiança, registrar resultados de serviços terceirizados, definir prioridades de atendimento.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga ficou em 7.50%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Supervisores em serviços de reparação e manutenção veicular que ficou em 7.50% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga ficou em 5.90% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 39,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Supervisores em serviços de reparação e manutenção veicular 2024

O salário de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga mostrado aqui é resultado do levantamento de 3398 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Supervisores em serviços de reparação e manutenção veicular que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga CBO 910210 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 44h 5.392,48 5.601,48 7.904,97 25,56 5.70%
Minas Gerais 44h 4.394,81 4.565,14 6.442,46 20,92 7.80%
Paraná 44h 3.688,89 3.831,86 5.407,64 17,45 7.00%
Mato Grosso 44h 4.947,32 5.139,06 7.252,39 23,36 4.50%
Goiás 43h 4.257,73 4.422,74 6.241,51 20,41 4.70%
Rio Grande do Sul 44h 3.905,73 4.057,10 5.725,50 18,47 5.30%
Santa Catarina 44h 3.455,85 3.589,79 5.066,02 16,32 5.50%
Bahia 44h 3.891,59 4.042,42 5.704,78 18,57 7.00%
Pará 44h 5.541,04 5.755,79 8.122,74 26,43 4.60%
Mato Grosso do Sul 44h 5.855,12 6.082,05 8.583,17 27,91 4.60%
Rio de Janeiro 44h 4.180,67 4.342,70 6.128,55 19,94 4.50%
Maranhão 43h 3.568,58 3.706,89 5.231,27 17,05 8.10%
Pernambuco 44h 3.751,75 3.897,15 5.499,78 17,88 4.80%
Ceará 44h 3.231,97 3.357,24 4.737,83 15,28 4.90%
Espírito Santo 44h 4.363,27 4.532,38 6.396,22 20,73 5.30%
Amazonas 43h 3.157,28 3.279,65 4.628,34 15,13 4.40%
Paraíba 44h 3.356,87 3.486,97 4.920,91 15,85 6.20%
Rio Grande do Norte 44h 3.783,11 3.929,74 5.545,76 17,91 8.10%
Piauí 44h 3.485,83 3.620,93 5.109,97 16,46 7.20%
Rondônia 44h 2.996,00 3.112,12 4.391,91 14,16 7.30%
Tocantins 44h 2.760,66 2.867,65 4.046,92 13,09 4.10%
Alagoas 44h 4.395,18 4.565,52 6.443,00 20,98 7.70%
Distrito Federal 43h 2.564,34 2.663,73 3.759,13 12,28 7.20%
Sergipe 44h 4.074,70 4.232,63 5.973,21 19,35 4.10%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga.

Dissídio de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga por cidade

Quanto ganha um Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo, SP 44 6.739,48 7.000,68 9.879,57 31,96 4.60%
Belo Horizonte, MG 44 4.733,82 4.917,29 6.939,42 22,39 6.40%
Barueri, SP 43 6.490,98 6.742,55 9.515,29 31,10 4.40%
Parauapebas, PA 44 6.161,04 6.399,82 9.031,62 29,39 5.00%
Rio de Janeiro, RJ 44 4.364,08 4.533,22 6.397,41 20,77 6.90%
Contagem, MG 44 4.422,53 4.593,94 6.483,10 21,00 6.00%
Fortaleza, CE 44 3.089,80 3.209,56 4.529,42 14,59 7.70%
Maringá, PR 44 3.610,91 3.750,86 5.293,32 17,10 7.00%
Manaus, AM 43 3.370,21 3.500,83 4.940,48 16,20 6.40%
Guarulhos, SP 44 3.690,15 3.833,17 5.409,48 17,42 4.10%
Timóteo, MG 44 3.341,36 3.470,86 4.898,18 15,78 4.80%
São Luís, MA 44 2.976,01 3.091,35 4.362,61 14,05 7.10%
Nova Lima, MG 43 5.186,08 5.387,07 7.602,40 25,34 5.90%
Cuiabá, MT 44 4.420,03 4.591,34 6.479,43 20,87 7.50%
Três Lagoas, MS 44 3.880,49 4.030,89 5.688,51 18,39 5.20%
Imperatriz, MA 43 2.821,10 2.930,43 4.135,52 13,67 8.00%
Alto Taquari, MT 44 5.050,11 5.245,83 7.403,08 23,84 5.90%
Uberlândia, MG 44 3.862,11 4.011,80 5.661,57 18,27 4.30%
Salvador, BA 44 4.537,21 4.713,06 6.651,21 21,51 5.10%
Campo Grande, MS 43 3.405,09 3.537,06 4.991,61 16,35 8.10%
Campinas, SP 44 4.217,44 4.380,89 6.182,44 20,04 6.80%
Nova Santa Rita, RS 44 4.473,27 4.646,64 6.557,48 21,12 7.80%
Lençóis Paulista, SP 44 7.446,18 7.734,78 10.915,55 35,47 5.60%
São José dos Pinhais, PR 44 5.295,02 5.500,24 7.762,10 25,00 4.20%
Jundiaí, SP 44 4.556,24 4.732,83 6.679,10 21,51 7.80%
Cascavel, PR 44 2.832,35 2.942,12 4.152,01 13,37 7.00%
Goiânia, GO 44 3.260,86 3.387,24 4.780,18 15,40 5.70%
Brasília, DF 43 2.564,34 2.663,73 3.759,13 12,28 5.10%
Curitiba, PR 44 3.971,71 4.125,64 5.822,23 18,80 8.00%
Recife, PE 44 4.206,04 4.369,06 6.165,74 19,86 7.60%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Supervisor de Manutenção de Veículos de Carga no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 3.830,10 3.978,55 5.614,65 7.80%
Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores 3.068,59 3.187,52 4.498,33 4.10%
Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores 2.973,59 3.088,84 4.359,06 4.90%
Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, municipal 4.406,25 4.577,02 6.459,23 6.60%
Comércio por atacado de caminhões novos e usados 3.246,74 3.372,57 4.759,47 4.70%
Fabricação de álcool 7.831,92 8.135,46 11.481,01 5.10%
Transporte rodoviário de produtos perigosos 4.117,20 4.276,77 6.035,50 6.40%
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, municipal 3.560,22 3.698,20 5.219,01 6.40%
Fabricação de açúcar em bruto 10.728,90 11.144,72 15.727,76 5.10%
Comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos para uso agropecuário 3.832,08 3.980,60 5.617,54 4.40%
Cultivo de soja 6.431,63 6.680,91 9.428,29 5.10%
Aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes 5.273,42 5.477,80 7.730,43 5.70%
Construção de rodovias e ferrovias 5.335,12 5.541,90 7.820,89 6.00%
Cultivo de cana-de-açúcar 5.598,37 5.815,34 8.206,79 7.00%
Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos 2.932,68 3.046,35 4.299,10 6.50%
Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, intermunicipal, interestadual e internacional 4.342,36 4.510,65 6.365,57 4.70%
Comércio atacadista de máquinas, equipamentos para terraplenagem, mineração e construção 4.895,06 5.084,77 7.175,79 4.40%
Locação de automóveis sem condutor 4.397,39 4.567,82 6.446,25 4.40%
Comércio por atacado de peças e acessórios novos para veículos automotores 5.713,20 5.934,63 8.375,13 5.70%
Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, intermunicipal em região metropolitana 4.804,41 4.990,61 7.042,90 7.90%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.