O dissídio de Operador de Aparelhos de Preparação 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 766125 no cargo de Operador de Aparelhos de Preparação.

Estado com maior salário médio

Mato Grosso do Sul

R$ 2.130,83

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

652 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Juiz de Fora - MG

R$ 2.359,23

Cidade que mais contrata

São Paulo - SP

188 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Montador de fotolito (analógico e digital) realiza a montagem de fotolitos para a gravação de matrizes para diferentes processos impressão, preparando soluções e equipamentos, selecionando a base para a montagem, avaliando a qualidade dos fotolitos, efetuando correções nos fotolitos utilizados, confeccionando e conferindo prova analógica ou digital Planeja o serviço, analisando ordem de serviço.

Faz manutenção básica do equipamento, executando pequenos reparos Cumpre normas técnicas e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de combate a incêndio e de preservação ambiental

O que faz um Operador de Aparelhos de Preparação

O Montador de fotolito (analógico e digital) planeja o serviço de montagem de fotolito para processos de impressão, analisando a ordem de serviço Requisita materiais e verifica as condições dos equipamentos.

Elabora orçamento.

Monta fotolitos para a gravação de diferentes matrizes de impressão, preparando o fotolito por meio analógico ou digital Prepara soluções e equipamentos para a obtenção do fotolito, executando a imposição eletrônica ou manual, de acordo com a arte final.

Seleciona a base para a montagem, preparando gabaritos, de acordo com o tipo de impressão a ser utilizada Avalia a qualidade do fotolito, limpando sujidades de sua superfície, controlando dimensões e registros, efetuando retoques para eliminação de defeitos e corrigindo imagens ou texto.

Realiza testes para determinar a duração da exposição, expondo chapas e comparando exposição às escalas de tom.

Analisa originais para avaliar a densidade de cor, tons e outros parâmetros, usando densitômetros e conhecimentos de luz e cor Confecciona prova analógica ou digital, conferindo-a.

Conserva equipamento, executando limpeza e pequenos reparos.

Mantém o local de trabalho limpo e organizado Faz o descarte de resíduos de acordo com as normas ambientais Trabalha com segurança, prevenindo acidentes.

Utiliza equipamentos de proteção individual, sempre que necessário.

Funções do Montador de fotolito (analógico e digital)

O profissional Operador de Aparelhos de Preparação deve demonstrar competências pessoais, montar fotolitos e imposição eletrônica, copiar chapa, planejar serviços de pré-impressão, realizar programação visual gráfica.

Condições de trabalho da profissão

Trabalhadores da pré-impressão gráfica atuam no segmento de edição, impressão e reprodução de gravações e em diversas atividades empresariais como empregados assalariados com carteira assinada. Estão organizados de forma individual, sob supervisão permanente, em ambiente fechado e por rodízio de turnos (diurno/noturno). Trabalham sob pressão, em posições desconfortáveis por longo período de tempo e permanecem expostos a materiais tóxicos, radiação e ruído intenso.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Montador de fotolito (analógico e digital)

Um Montador de fotolito (analógico e digital) deve manifestar dinamismo, identificar viabilidade econômica e técnica do projeto, confeccionar gabaritos, operar copiadora, selecionar bases para montagem, analisar ordem de serviço, requisitar material para o setor responsável, manter assiduidade, demonstrar atenção, retocar montagem final, verificar as condições dos equipamentos, conferir provas heliográficas, demonstrar habilidade motora, dar provas de acuidade métrica, elaborar orçamento, evidenciar criatividade, cumprir normas de segurança, meio ambiente e procedimentos de trabalho, confeccionar provas heliográficas e digitais, confeccionar montagem final (analógica ou digital) de acordo com o processo de impressão, agir com zelo, elaborar projeto, organizar-se, preparar soluções químicas para revelação e fixação dos fotolitos, evidenciar acuidade visual.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Operador de Aparelhos de Preparação ficou em 6.90%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Operador de Aparelhos de Preparação e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Trabalhadores da pré-impressão gráfica que ficou em 6.90% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Operador de Aparelhos de Preparação em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Operador de Aparelhos de Preparação ficou em 6.00% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 21,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Trabalhadores da pré-impressão gráfica 2024

O salário de Operador de Aparelhos de Preparação mostrado aqui é resultado do levantamento de 1768 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Trabalhadores da pré-impressão gráfica que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Operador de Aparelhos de Preparação com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Operador de Aparelhos de Preparação CBO 766125 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Operador de Aparelhos de Preparação em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Operador de Aparelhos de Preparação por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 44h 2.050,18 2.129,64 3.005,41 9,72 7.80%
Minas Gerais 43h 1.765,13 1.833,54 2.587,55 8,60 5.80%
Rio de Janeiro 42h 1.702,85 1.768,85 2.496,25 8,37 6.80%
Paraná 44h 1.665,59 1.730,14 2.441,63 7,88 6.70%
Santa Catarina 44h 1.922,18 1.996,68 2.817,77 9,10 4.30%
Goiás 43h 1.625,07 1.688,05 2.382,23 7,79 5.90%
Bahia 44h 1.572,79 1.633,75 2.305,59 7,44 7.00%
Rio Grande do Sul 43h 1.776,54 1.845,39 2.604,27 8,49 6.00%
Espírito Santo 43h 1.537,48 1.597,07 2.253,84 7,36 8.20%
Rio Grande do Norte 44h 1.298,53 1.348,85 1.903,54 6,13 4.50%
Pernambuco 44h 1.437,80 1.493,53 2.107,71 6,79 8.00%
Alagoas 42h 1.338,42 1.390,29 1.962,02 6,70 7.50%
Rondônia 44h 1.417,46 1.472,40 2.077,90 6,69 5.10%
Pará 43h 1.554,40 1.614,65 2.278,64 7,45 6.80%
Mato Grosso 44h 1.785,50 1.854,71 2.617,42 8,45 6.60%
Paraíba 44h 1.469,90 1.526,87 2.154,76 6,94 8.30%
Ceará 44h 1.596,62 1.658,50 2.340,52 7,54 4.50%
Mato Grosso do Sul 44h 2.051,33 2.130,83 3.007,10 9,69 5.30%
Amazonas 44h 1.588,27 1.649,83 2.328,29 7,53 4.50%
Maranhão 44h 1.498,39 1.556,46 2.196,52 7,07 4.70%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Operador de Aparelhos de Preparação.

Dissídio de Operador de Aparelhos de Preparação por cidade

Quanto ganha um Operador de Aparelhos de Preparação nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Operador de Aparelhos de Preparação na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo, SP 44 2.154,89 2.238,41 3.158,91 10,24 5.50%
Juiz de Fora, MG 42 2.271,21 2.359,23 3.329,42 11,27 5.40%
São Bernardo do Campo, SP 44 1.928,96 2.003,72 2.827,70 9,12 5.40%
Feira de Santana, BA 44 1.587,11 1.648,62 2.326,58 7,49 6.60%
Catanduva, SP 44 2.107,96 2.189,66 3.090,11 9,95 7.50%
Rio de Janeiro, RJ 43 1.882,65 1.955,61 2.759,82 9,15 4.40%
Contagem, MG 43 1.365,31 1.418,22 2.001,44 6,67 5.30%
Franco da Rocha, SP 44 1.464,30 1.521,05 2.146,56 6,91 6.30%
Goiânia, GO 43 1.757,98 1.826,11 2.577,06 8,48 6.10%
Petrópolis, RJ 41 1.398,46 1.452,66 2.050,04 7,07 7.60%
Sorocaba, SP 43 1.788,16 1.857,47 2.621,31 8,55 6.00%
Itaquaquecetuba, SP 44 1.947,51 2.022,99 2.854,90 9,20 5.60%
Ribeirão Preto, SP 44 1.877,78 1.950,56 2.752,68 8,87 6.30%
Belo Horizonte, MG 44 1.493,97 1.551,87 2.190,05 7,05 8.30%
Mossoró, RN 44 1.291,62 1.341,68 1.893,42 6,10 4.90%
Sete Lagoas, MG 44 1.409,04 1.463,65 2.065,55 6,68 7.30%
Pato Branco, PR 44 1.721,61 1.788,33 2.523,75 8,13 6.80%
Marialva, PR 44 1.406,32 1.460,83 2.061,56 6,64 4.60%
Cotia, SP 43 1.876,81 1.949,55 2.751,26 9,09 7.10%
Maceió, AL 41 1.346,75 1.398,95 1.974,24 6,82 8.00%
Uberlândia, MG 44 1.498,28 1.556,35 2.196,36 7,11 6.50%
São José do Rio Preto, SP 44 1.736,17 1.803,46 2.545,10 8,20 4.80%
Campo Largo, PR 44 1.448,94 1.505,10 2.124,04 6,84 7.70%
Osasco, SP 44 2.252,87 2.340,19 3.302,54 10,65 5.00%
Aracruz, ES 44 1.492,41 1.550,25 2.187,76 7,05 7.90%
São Caetano do Sul, SP 44 1.872,73 1.945,31 2.745,28 8,92 7.40%
Anápolis, GO 43 1.494,94 1.552,88 2.191,47 7,25 6.70%
Joinville, SC 44 1.890,27 1.963,53 2.771,00 8,93 5.00%
Caruaru, PE 44 1.451,83 1.508,10 2.128,27 6,85 5.40%
Gravatai, RS 44 1.600,81 1.662,86 2.346,67 7,56 5.20%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Operador de Aparelhos de Preparação. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Operador de Aparelhos de Preparação no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Serviços de engenharia 2.289,82 2.378,57 3.356,71 4.40%
Locação de mão-de-obra temporária 1.903,87 1.977,66 2.790,93 4.30%
Impressão de material para uso publicitário 1.739,21 1.806,62 2.549,56 7.20%
Impressão de material para outros usos 1.758,49 1.826,64 2.577,82 6.80%
Impressão de livros, revistas e outras publicações periódicas 2.164,66 2.248,55 3.173,23 7.90%
Produção de arames de aço 1.587,11 1.648,62 2.326,58 5.50%
Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas 1.583,00 1.644,35 2.320,56 5.30%
Serviços de pré-impressão 2.170,91 2.255,05 3.182,39 8.10%
Montagem de estruturas metálicas 1.568,61 1.629,40 2.299,46 4.40%
Aluguel de outras máquinas e equipamentos comerciais e industriais , sem operador 1.357,32 1.409,93 1.989,73 7.40%
Obras de montagem industrial 2.334,63 2.425,11 3.422,39 6.80%
Fabricação de letras, letreiros e placas de qualquer material, exceto luminosos 1.641,51 1.705,13 2.406,33 6.20%
Comércio varejista de móveis 1.534,84 1.594,32 2.249,96 6.10%
Construção de edifícios 1.445,34 1.501,36 2.118,77 8.20%
Instalação e manutenção elétrica 1.383,33 1.436,95 2.027,86 6.60%
Comércio varejista de outros produtos 1.866,35 1.938,68 2.735,93 5.60%
Atividades de produção de fotografias, exceto aérea e submarina 1.500,44 1.558,59 2.199,53 6.40%
Instalação de painéis publicitários 1.666,94 1.731,54 2.443,60 7.60%
Comércio varejista de outros artigos de uso doméstico 1.529,31 1.588,59 2.241,86 5.60%
Serviços de acabamentos gráficos, exceto encadernação e plastificação 1.989,40 2.066,50 2.916,31 8.10%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.