O dissídio de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 342315 no cargo de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário.

Estado com maior salário médio

São Paulo

R$ 3.649,93

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

2.907 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Sorriso - MT

R$ 5.023,74

Cidade que mais contrata

Rondonópolis - MT

494 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Supervisor de carga e descarga supervisiona operações logísticas de carga e descarga no transporte rodoviário Colabora no planejamento, na programação e no controle de atividades de transporte relacionadas a operações logísticas de carga e descarga.

Atua de acordo com a legislação, as normas técnicas e as normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de proteção ao meio ambiente

O que faz um Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário

O Supervisor de carga e descarga supervisiona operações logísticas de carga e descarga, envolvendo o embarque, o percurso e o desembarque Verifica o tipo e a quantidade de carga, emitindo documento fiscal.

Examina as condições do transporte, determinando as providências para adaptá-lo a cada tipo de embalagem de carga e para adequá-lo às operações em terminais e armazéns.

Confere a retirada da carga Colabora no planejamento, na programação e no controle de atividades de transporte relacionadas a operações logísticas de carga e descarga, identificando fatores condicionantes como limites de horários para o transporte urbano de carga - principalmente nas grandes cidades -, condições estabelecidas para movimentação de materiais e determinação de formas de distribuição.

Consulta sistemas de informações, para verificar ocorrências no transporte de cargas Controla despesas, conferindo notas fiscais e prestações de contas.

Atende clientes, prestando informações.

.

Funções do Supervisor de carga e descarga

O profissional Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário deve comunicar-se, administrar frota, controlar gastos de viagem, supervisionar embarque de carga e passageiros, demonstrar competências pessoais.

Condições de trabalho da profissão

Técnicos em transportes rodoviários atuam em empresas de transporte terrestre, na gestão, planejamento e fiscalização (técnicos do setor público) e na operação e execução de serviços (técnicos do setor privado). São assalariados, com carteira assinada, que se organizam em equipe, sob supervisão permanente. Trabalham em ambientes fechados ou em veículos por rodízio de turnos. Ocasionalmente trabalham sob pressão.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Supervisor de carga e descarga

Um Supervisor de carga e descarga deve demonstrar clareza, ouvir sugestões, trabalhar em equipe, argumentar, checar retirada da carga, consultar sistemas de informações de ocorrências, demonstrar confiabilidade, checar tipo e quantidade de carga e bagagem, dar provas de organização, redigir, delegar reponsabilidades, supervisionar separação de carga e bagagem, liderar, vistoriar condições de higiene do veículo, demonstrar dinamismo, conferir notas fiscais e de prestação de contas, emitir documento fiscal da carga, prestar informações, demonstrar capacidade de observação, negociar, demonstrar capacidade de discernimento, atender clientes, demonstrar objetividade, administrar imprevistos.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário ficou em 8.00%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Técnicos em transportes rodoviários que ficou em 8.00% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário ficou em 9.20% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 31,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Técnicos em transportes rodoviários 2024

O salário de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário mostrado aqui é resultado do levantamento de 11972 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Técnicos em transportes rodoviários que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário CBO 342315 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 44h 3.513,75 3.649,93 5.150,89 16,69 5.90%
Minas Gerais 44h 2.917,41 3.030,48 4.276,71 13,87 6.30%
Paraná 44h 2.573,33 2.673,06 3.772,31 12,20 7.60%
Mato Grosso 44h 2.546,01 2.644,68 3.732,25 12,02 6.70%
Santa Catarina 44h 2.786,09 2.894,07 4.084,19 13,18 5.10%
Rio Grande do Sul 44h 2.746,71 2.853,16 4.026,47 12,99 5.30%
Goiás 44h 2.444,89 2.539,64 3.584,02 11,58 6.40%
Rio de Janeiro 44h 3.145,53 3.267,44 4.611,11 15,01 7.50%
Bahia 44h 2.499,89 2.596,78 3.664,65 11,94 4.30%
Pernambuco 43h 2.299,57 2.388,70 3.371,00 11,00 7.80%
Espírito Santo 43h 2.793,12 2.901,38 4.094,51 13,36 5.90%
Mato Grosso do Sul 44h 2.713,36 2.818,52 3.977,58 12,81 4.40%
Maranhão 44h 2.474,18 2.570,07 3.626,96 11,77 4.90%
Pará 43h 2.974,89 3.090,19 4.360,97 14,31 4.30%
Ceará 44h 2.446,79 2.541,62 3.586,82 11,62 6.00%
Amazonas 44h 2.910,08 3.022,86 4.265,96 13,88 4.40%
Piauí 44h 1.749,44 1.817,25 2.564,55 8,26 4.20%
Distrito Federal 44h 2.261,45 2.349,10 3.315,12 10,75 7.90%
Rondônia 44h 2.322,38 2.412,39 3.404,43 10,97 6.20%
Tocantins 44h 2.753,77 2.860,49 4.036,81 13,11 5.50%
Paraíba 44h 2.207,03 2.292,57 3.235,34 10,45 4.10%
Rio Grande do Norte 44h 2.629,12 2.731,02 3.854,09 12,43 7.80%
Alagoas 44h 2.407,19 2.500,49 3.528,76 11,42 6.80%
Sergipe 44h 2.448,32 2.543,21 3.589,06 11,58 5.30%
Acre 44h 1.766,97 1.835,45 2.590,25 8,34 6.30%
Amapá 44h 2.554,75 2.653,77 3.745,08 12,14 6.30%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário.

Dissídio de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário por cidade

Quanto ganha um Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Rondonópolis, MT 44 1.865,89 1.938,20 2.735,25 8,81 6.60%
São Paulo, SP 44 3.635,53 3.776,44 5.329,42 17,24 6.00%
Rio de Janeiro, RJ 43 3.049,41 3.167,60 4.470,21 14,59 5.00%
Guarulhos, SP 44 3.349,27 3.479,08 4.909,79 15,93 7.10%
Curitiba, PR 44 2.521,91 2.619,66 3.696,94 11,99 6.80%
Rio Verde, GO 44 1.900,37 1.974,03 2.785,80 8,97 7.20%
Contagem, MG 44 2.893,03 3.005,15 4.240,96 13,71 7.90%
Itajaí, SC 44 2.995,03 3.111,10 4.390,48 14,16 7.70%
Goiânia, GO 44 2.485,98 2.582,33 3.644,26 11,77 6.60%
Extrema, MG 44 4.365,37 4.534,56 6.399,31 20,61 7.30%
Barueri, SP 44 4.699,68 4.881,82 6.889,37 22,24 5.70%
Sinop, MT 44 2.658,61 2.761,65 3.897,33 12,55 4.10%
Serra, ES 44 2.984,95 3.100,64 4.375,71 14,14 6.50%
Jundiaí, SP 44 3.897,46 4.048,51 5.713,38 18,46 8.20%
Manaus, AM 44 2.933,25 3.046,93 4.299,92 13,99 6.30%
Campinas, SP 43 3.612,79 3.752,81 5.296,07 17,50 6.30%
Ribeirão Preto, SP 44 3.359,10 3.489,28 4.924,18 15,86 6.90%
Recife, PE 43 2.186,58 2.271,32 3.205,36 10,57 4.40%
Cajamar, SP 44 4.320,13 4.487,57 6.332,99 20,50 5.30%
Porto Alegre, RS 44 3.047,48 3.165,59 4.467,38 14,39 4.80%
Cuiabá, MT 44 3.126,50 3.247,67 4.583,21 14,76 5.00%
São José dos Pinhais, PR 44 3.076,13 3.195,35 4.509,38 14,54 4.80%
Brasília, DF 44 2.261,45 2.349,10 3.315,12 10,75 6.40%
Campo Grande, MS 44 2.493,23 2.589,86 3.654,89 11,77 5.80%
Belo Horizonte, MG 44 2.467,06 2.562,68 3.616,53 11,74 4.50%
Dourados, MS 44 2.341,33 2.432,07 3.432,21 11,05 7.30%
Cambe, PR 44 2.218,77 2.304,76 3.252,55 10,48 4.20%
Araquari, SC 44 2.078,81 2.159,38 3.047,38 9,82 5.80%
Uberlândia, MG 44 2.871,76 2.983,06 4.209,79 13,61 4.10%
Simões Filho, BA 44 2.627,99 2.729,85 3.852,44 12,50 7.80%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Encarregado de Carga e Descarga no Transporte Rodoviário no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 2.806,85 2.915,63 4.114,63 4.30%
Carga e descarga 2.218,02 2.303,99 3.251,46 7.10%
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, municipal 2.739,35 2.845,52 4.015,68 5.10%
Armazéns gerais - emissão de warrant 3.881,85 4.032,30 5.690,50 6.40%
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - supermercados 2.513,65 2.611,07 3.684,82 5.40%
Organização logística do transporte de carga 3.870,20 4.020,20 5.673,42 6.30%
Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 2.348,33 2.439,35 3.442,48 7.40%
Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral 2.712,74 2.817,88 3.976,68 7.10%
Comércio varejista de materiais de construção em geral 2.368,72 2.460,52 3.472,37 4.50%
Transporte rodoviário de produtos perigosos 2.789,86 2.897,98 4.089,72 5.70%
Comércio atacadista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios 2.623,99 2.725,69 3.846,58 8.00%
Comércio varejista especializado de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo 1.971,75 2.048,17 2.890,43 5.00%
Comércio atacadista de cerveja, chope e refrigerante 2.896,03 3.008,27 4.245,36 7.50%
Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros 3.063,01 3.181,72 4.490,14 5.10%
Comércio atacadista de mercadorias em geral, sem predominância de alimentos ou de insumos agropecuários 2.828,58 2.938,21 4.146,49 7.10%
Locação de mão-de-obra temporária 2.673,94 2.777,57 3.919,79 4.30%
Depósitos de mercadorias para terceiros, exceto armazéns gerais e guarda-móveis 3.490,09 3.625,36 5.116,21 7.00%
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - hipermercados 2.365,53 2.457,21 3.467,68 7.80%
Comércio atacadista de frutas, verduras, raízes, tubérculos, hortaliças e legumes frescos 2.515,96 2.613,47 3.688,21 4.40%
Obras de montagem industrial 3.612,63 3.752,64 5.295,84 5.90%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.