O dissídio de Destilador de Bebidas 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 841705 no cargo de Destilador de Bebidas.

Estado com maior salário médio

Paraná

R$ 1.998,19

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

186 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Charqueada - SP

R$ 2.015,14

Cidade que mais contrata

Charqueada - SP

79 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Alambiqueiro produz bebidas destiladas - como cachaça, gim, tequila, entre outras -, realizando as operações de fermentação de matéria-prima, operando equipamento para destilar o mosto fermentado e obter a bebida, armazenando a bebida fabricada em recipiente para processo de envelhecimento, engarrafando, enlatando ou enchendo outros recipientes com a bebida, e encaminhando a bebida produzida para expedição Pode atuar em processos automatizados, executando o monitoramento da linha de produção.

Prepara-se para o trabalho, interpretando ordem de fabricação Realiza controle de qualidade de processos e produtos Executa manutenção básica de equipamentos.

Segue boas práticas de fabricação Cumpre normas técnicas, normas de qualidade, normas de biossegurança e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de prevenção contra incêndios e de preservação ambiental

O que faz um Destilador de Bebidas

O Alambiqueiro prepara-se para produzir bebidas destiladas, interpretando ordem de fabricação Seleciona máquinas, equipamentos e materiais.

Pesa matéria-prima.

Testa o funcionamento de máquinas e equipamentos e a qualidade de materiais Faz a assepsia dos equipamentos.

Realiza as operações de fermentação, abastecendo tanques e cubas com a quantidade predefinida de matéria-prima, como cereal, fruta, cana-de-açúcar ou outra similar Adiciona o fermento (levedura) e outros ingredientes, medindo itens – como densidade e temperatura da mistura -, a fim de manter a fermentação dentro dos padrões prescritos.

Executa testes para o controle do processo de fermentação.

Retira fermento e subprodutos da fermentação, deixando na cuba somente o produto fermentado Utiliza bombas de sucção para extrair o produto fermentado das cubas de fermentação e enviá-lo ao sistema de destilação.

Alimenta o equipamento de destilação com o mosto fermentado ou xarope.

Opera o equipamento de destilação – como o alambique de cobre -, controlando as variáveis do processo Aquece o mosto ou xarope obtido no processo de fermentação Monitora o vapor que escapa da mistura aquecida e passa por uma serpentina refrigerada, que o devolve ao estado líquido.

Manipula as válvulas de vapor, de vácuo, de aquecimento e de refrigeração Mantém a temperatura nos condensadores, regulando a quantidade de vapor condensado a ser encaminhado ao tanque, a fim de obter o máximo rendimento Descarrega o destilador, retirando resíduos, subprodutos e produto.

Pode considerar finalizado o processo de produção da bebida ou, antes, armazená-la em recipientes – como tonéis de madeira – para processo de envelhecimento Opera equipamento para engarrafar, enlatar ou encher outros recipientes com a bebida.

Encaminha a bebida produzida para a expedição Pode atuar em processos automatizados, com equipamentos interligados e sistemas integrados para a produção de bebidas, executando o monitoramento de toda a linha de produção Realiza controle de qualidade, inspecionando processos de produção – inclusive com uso de instrumentos de medição, como densímetros, manômetros e termômetros – e coletando amostras do produto para testes laboratoriais.

Mantém a produção dentro das especificações detalhadas na ordem de fabricação Pode redestilar a produção, quando necessário Faz registros do processo de produção e do produto – tais como quantidade de líquido submetido a tratamento, volumes produzidos, entre outros -, anotando em impressos apropriados ou inserindo as informações em planilhas de sistemas informatizados, para manter o controle das operações de fermentação e destilação sob sua responsabilidade.

Conserva o local de trabalho limpo e higienizado Lava as cubas de fermentação, utilizando jato de água fria e utensílios de limpeza, para manter o equipamento em condições de ser utilizado novamente Executa a manutenção básica (ou de primeiro nível) de máquinas e equipamentos, fazendo sua limpeza, efetuando lubrificação e realizando pequenos reparos para evitar paradas em processo de produção.

Monitora o funcionamento de máquinas e equipamentos, para requisitar serviços de manutenção corretiva quando detectar falhas e defeitos Auxilia pessoal de manutenção na troca de componentes Contribui na redução dos impactos ambientais do processo produtivo, seguindo procedimentos de reaproveitamento, tais como reutilização da água que, após uso, passou por estações de tratamento, e reuso de garrafas e de outras embalagens Trabalha com segurança, utilizando equipamentos de proteção individual.

Funções do Alambiqueiro

O profissional Destilador de Bebidas deve preparar malte e bebidas para expedição, germinar cereais maltáveis, realizar fermentação e maturação de cervejas, realizar manutenção autônoma de máquinas e equipamentos, demonstrar competências pessoais, preparar máquinas equipamentos e materiais para a produção de bebidas, filtrar bebidas, elaborar mosto de cervejas, vinhos e cachaças, preencher documentos, registros e formulários, realizar fermentação e maturação de vinhos e cachaças.

Condições de trabalho da profissão

Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas atuam na fabricação de produtos alimentares e bebidas como empregados com carteira assinada. Organizam-se em equipe, sob supervisão ocasional e em ambiente fechado. Trabalham predominantemente no sistema de rodízio de turnos (diurno ou noturno), porém, nas ocupações trabalhador de fabricação de vinhos, vinagreiro e xaropeiro as atividades são desenvolvidas durante o dia. No desenvolvimento de algumas atividades podem permanecer expostos à ação de materiais tóxicos.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Alambiqueiro

Um Alambiqueiro deve auxiliar pessoal de manutenção, na troca de peças e componentes de máquinas e equipamentos, demonstrar capacidade de discriminação de cores, inspecionar as partes mecânicas e elétricas de máquinas e equipamentos, raciocinar com rapidez, adicionar fermentos (levedura) ao mosto, retirar borra de tanques de fermentação, descarregar matéria-prima de tanques e cubas, controlar tempo, temperatura e pressão de filtragem, realizar aeração de mostos, clarificar mostos, registrar dados da avaliação de materiais, avaliar grau de atenuação de açúcar do mosto em fermentação, selecionar meios filtrantes, discriminar odores, abastecer tanques e cubas com matéria-prima, separar matéria-prima, registrar dados dos processos de produção, na ordem de fabricação, controlar tempo e temperatura de fermentação, controlar volume de líquidos, destilar fermentados de canas e uvas, limpar máquinas e equipamentos., testar o funcionamento de máquinas e equipamentos e a qualidade de materiais, lubrificar máquinas e equipamentos, requisitar testes laboratoriais, evidenciar objetividade, realizar assepsia de equipamentos, pesar matéria-prima, ajustar peças e componentes de máquinas e equipamentos, controlar tempo e temperatura do mosto, evidenciar auto-organização, substituir componentes eletromecânicos, interpretar ordens de fabricação, propagar fermentos, adicionar coadjuvantes e aditivos ao mosto, preparar meios filtrantes, realizar o carregamento de veículos de transporte, requisitar manutenção de máquinas e equipamentos, extrair caldo de canas, manter atenção simultânea em tarefas diversificadas (atenção difusa), diluir concentração de açúcar do mosto de caldo de cana, esgotar mosto de uvas esmagadas de tanques, discriminar sabores, refrigerar o mosto, retirar fermento e subprodutos da fermentação e maturação, demonstrar senso de orientação por detalhes.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Destilador de Bebidas ficou em 5.90%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Destilador de Bebidas e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas que ficou em 5.90% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Destilador de Bebidas em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Destilador de Bebidas ficou em 4.30% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 25,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas 2024

O salário de Destilador de Bebidas mostrado aqui é resultado do levantamento de 300 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Destilador de Bebidas com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Destilador de Bebidas CBO 841705 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Destilador de Bebidas em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Destilador de Bebidas por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 43h 1.709,89 1.776,16 2.506,57 8,25 4.40%
Minas Gerais 44h 1.661,89 1.726,30 2.436,21 7,89 4.70%
Mato Grosso do Sul 44h 1.571,90 1.632,82 2.304,28 7,42 7.80%
Paraná 44h 1.923,63 1.998,19 2.819,90 9,13 5.00%
Paraíba 44h 1.392,92 1.446,91 2.041,92 6,58 5.90%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Destilador de Bebidas.

Dissídio de Destilador de Bebidas por cidade

Quanto ganha um Destilador de Bebidas nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Destilador de Bebidas na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Charqueada, SP 42 1.939,96 2.015,14 2.843,83 9,63 4.60%
Promissão, SP 44 1.471,28 1.528,30 2.156,78 6,95 6.70%
Vicentina, MS 44 1.543,63 1.603,46 2.262,85 7,29 5.10%
Ortigueira, PR 44 1.866,90 1.939,26 2.736,74 8,86 7.30%
São Paulo, SP 43 1.542,24 1.602,01 2.260,80 7,39 6.90%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Destilador de Bebidas. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Destilador de Bebidas no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Fabricação de aguardente de cana-de-açúcar 1.547,61 1.607,60 2.268,69 7.60%
Fabricação de açúcar de cana refinado 1.939,96 2.015,14 2.843,83 8.00%
Fabricação de outras aguardentes e bebidas destiladas 1.767,91 1.836,43 2.591,62 7.60%
Fabricação de álcool 1.543,63 1.603,46 2.262,85 8.10%
Outros alojamentos 1.519,12 1.578,00 2.226,92 7.60%
Fabricação de cervejas e chopes 1.828,53 1.899,40 2.680,49 4.60%
Atividades de jardins botânicos, zoológicos, parques nacionais, reservas ecológicas e áreas de proteção ambiental 2.969,90 3.085,00 4.353,64 4.40%
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 1.396,86 1.451,00 2.047,69 7.70%
Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 1.574,00 1.635,00 2.307,36 5.60%
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - minimercados, mercearias e armazéns 1.811,78 1.882,00 2.655,93 7.60%
Comércio varejista de bebidas 1.359,32 1.412,00 1.992,66 6.00%
Cultivo de cana-de-açúcar 1.342,95 1.395,00 1.968,67 6.40%
Criação de bovinos para corte 1.925,38 2.000,00 2.822,46 5.50%
Cultivo de cacau 2.420,20 2.514,00 3.547,83 7.70%
Fabricação de móveis com predominância de madeira 1.359,32 1.412,00 1.992,66 7.70%
Criação de bovinos para leite 1.707,81 1.774,00 2.503,52 6.20%
Comércio atacadista de combustíveis de origem vegetal, exceto álcool carburante 1.363,17 1.416,00 1.998,30 6.90%
Atividades de associações de defesa de direitos sociais 1.492,17 1.550,00 2.187,41 5.90%
Comércio varejista de materiais de construção 1.709,87 1.776,14 2.506,54 7.40%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.