O dissídio de Confeccionador de Sacos de Celofane 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 833115 no cargo de Confeccionador de Sacos de Celofane.

Estado com maior salário médio

Distrito Federal

R$ 2.847,00

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

886 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Mauá - SP

R$ 2.297,06

Cidade que mais contrata

São Bernardo do Campo - SP

474 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Confeccionador de sacos de celofane, à máquina opera máquina de corte, colagem e dobragem, abastecendo-a, acionando seus dispositivos de alimentação e controlando seu funcionamento, para confeccionar sacos de celofane, papel encerado e materiais similares Pode imprimir letras, palavras ou figuras nos produtos, preparando e operando impressora.

Inspeciona sacos de celofane, papel encerado e materiais similares produzidos, identificando defeitos e realizando os ajustes necessários no processo produtivo Preenche boletins com dados da produção e registros das ocorrências Cumpre normas e procedimentos técnicos, normas de qualidade e normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho, de combate a incêndio e de preservação ambiental.

O que faz um Confeccionador de Sacos de Celofane

O Confeccionador de sacos de celofane, à máquina planeja as atividades, interpretando a ordem de produção e verificando as especificações dos artigos a serem produzidos Examina as instruções recebidas, a fim de determinar a técnica de execução e estabelecer as operações necessárias para confeccionar sacos de celofane, papel encerado e materiais similares.

Prepara a máquina de corte, colagem e dobragem, enchendo o depósito de cola e ajustando o rolo de celofane, papel encerado ou materiais similares, para atender às necessidades da produção.

Regula a máquina, realizando o ajuste dos mecanismos de corte, colagem e dobragem Opera a máquina, acionando seus comandos e controlando seu funcionamento, para confeccionar os sacos de celofane, papel encerado ou materiais similares na quantidade preestabelecida.

Pode imprimir letras, palavras ou figuras nos produtos, preparando a impressora - trocando cilindros, colocando tinta e ajustando cores – e operando a máquina Inspeciona sacos de celofane, papel encerado ou materiais similares produzidos, identificando defeitos e realizando os ajustes necessários no processo produtivo, a fim de obter os produtos de acordo com as especificações técnicas e os padrões de qualidade adotados.

Preenche boletins com dados da produção e com registros das ocorrências que afetam o processo produtivo e a qualidade dos produtos.

Disponibiliza dados para o setor de qualidade Presta informações técnicas oralmente e por escrito, principalmente nas trocas de turno.

Limpa e lubrifica as máquinas após as operações de fabricação de sacos de celofane, papel encerado ou materiais similares.

Comunica ao setor de manutenção as anomalias mecânicas, elétricas e eletrônicas observadas durante o funcionamento das máquinas Conserva o local de trabalho limpo e organizado Mantém ferramentas e acessórios de trabalho limpos, organizados, acondicionados e em plenas condições de uso.

Envia aparas para reciclagem e faz descarte de resíduos, seguindo os procedimentos estabelecidos pela empresa para o atendimento às normas ambientais Zela pelas condições de segurança, cumprindo as normas internas, utilizando os equipamentos de proteção individual, identificando e informando condições inseguras de trabalho, e prevenindo acidentes.

Funções do Confeccionador de sacos de celofane, à máquina

O profissional Confeccionador de Sacos de Celofane deve preparar máquina para corte de papel, operar máquina, preparar impressora, preparar máquina de corte, colagem e dobragem, preparar máquina para corte e vinco, demonstrar competências pessoais, limpar máquinas.

Condições de trabalho da profissão

Operadores de máquinas na fabricação de produtos de papel e papelão os trabalhadores dessa ocupação exercem suas atividades principalmente em empresas de fabricação de pastas, papel e produtos de papel e de madeira. O exercício da profissão se dá na condição de trabalhador assalariado, empregado com carteira assinada. Os profissionais atuam em equipes de trabalho e exercem suas funções sob supervisão permanente. Realizam as atividades em ambientes fechados, em rodízio de turnos que podem ocorrer nos períodos diurno e noturno. Podem, ainda, trabalhar em posições desconfortáveis durante longos períodos e podem estar sujeitos à exposição a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Confeccionador de sacos de celofane, à máquina

Um Confeccionador de sacos de celofane, à máquina deve liderar grupos, posicionar papel, inspecionar o programa, retirar resíduos, ajustar clichê metálico (faca), colocar clichê no cilindro, utilizar equipamentos de segurança, testar funcionamento, encher o depósito de cola, limpar excesso de óleo, colocar tinta, preencher relatórios, girar papel, preparar cola para lateral, parafusar clichê, verificar afiação da lâmina, ajustar os mecanismos de corte, colagem e dobragem, testar corte e vinco, trocar cilindros, abastecer máquina com material, ajustar puxadores, realizar segundo corte, acionar pedal para prensar o papel, trocar engrenagem e mesa, fixar fôrma de metal para modelagem do celofane, tirar poeira, conferir amostras com as especificações programadas, apertar botões manuais simultaneamente, realizar primeiro corte, posicionar papel de teste, ajustar folhas e rolos de papel, celofane etc., demonstrar capacidade de percepção, repetir o processo, programar máquina para o corte, conferir o resultado da impressão, demonstrar higiene, limpar tinteiros, utilizar aplicativos básicos de informática, encaixar lâmina na máquina, ajustar cores, posicionar impressão, lubrificar superficialmente, iniciar produção, enviar aparas para reciclagem.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Confeccionador de Sacos de Celofane ficou em 6.70%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Confeccionador de Sacos de Celofane e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Operadores de máquinas na fabricação de produtos de papel e papelão que ficou em 6.70% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Confeccionador de Sacos de Celofane em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Confeccionador de Sacos de Celofane ficou em 8.10% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 24,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Operadores de máquinas na fabricação de produtos de papel e papelão 2024

O salário de Confeccionador de Sacos de Celofane mostrado aqui é resultado do levantamento de 1238 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Operadores de máquinas na fabricação de produtos de papel e papelão que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Confeccionador de Sacos de Celofane com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Confeccionador de Sacos de Celofane CBO 833115 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Confeccionador de Sacos de Celofane em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Confeccionador de Sacos de Celofane por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 44h 2.027,00 2.105,57 2.971,44 9,61 6.10%
Minas Gerais 44h 1.523,28 1.582,32 2.233,01 7,21 4.20%
Rio de Janeiro 44h 1.576,55 1.637,66 2.311,11 7,50 6.90%
Santa Catarina 44h 1.936,10 2.011,14 2.838,18 9,14 5.10%
Paraná 43h 1.708,87 1.775,10 2.505,07 8,31 5.60%
Amazonas 42h 1.518,78 1.577,65 2.226,42 7,43 8.20%
Pernambuco 43h 1.594,79 1.656,60 2.337,84 7,67 8.30%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Confeccionador de Sacos de Celofane.

Dissídio de Confeccionador de Sacos de Celofane por cidade

Quanto ganha um Confeccionador de Sacos de Celofane nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Confeccionador de Sacos de Celofane na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Bernardo do Campo, SP 44 2.044,20 2.123,43 2.996,65 9,65 6.50%
Três Pontas, MG 44 1.474,00 1.531,12 2.160,77 6,96 4.60%
Barretos, SP 44 2.143,39 2.226,46 3.142,05 10,12 4.40%
São Paulo, SP 43 2.039,83 2.118,89 2.990,24 9,95 6.50%
Botucatu, SP 44 1.474,90 1.532,06 2.162,09 6,96 4.70%
Ribeirão Preto, SP 44 2.064,58 2.144,60 3.026,52 9,75 5.00%
Três Rios, RJ 44 1.507,52 1.565,95 2.209,91 7,12 5.00%
Mauá, SP 44 2.211,35 2.297,06 3.241,68 10,53 5.40%
Tijucas, SC 44 1.996,88 2.074,28 2.927,28 9,43 7.60%
Paiçandu, PR 42 1.573,75 1.634,75 2.307,01 7,81 7.30%
Manaus, AM 42 1.518,78 1.577,65 2.226,42 7,43 7.50%
Forquilhinha, SC 44 1.774,92 1.843,71 2.601,90 8,38 5.40%
Resende, RJ 43 1.815,11 1.885,45 2.660,81 8,83 4.20%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Confeccionador de Sacos de Celofane. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Confeccionador de Sacos de Celofane no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Locação de mão-de-obra temporária 2.053,71 2.133,31 3.010,59 6.90%
Fabricação de embalagens de material plástico 1.829,75 1.900,66 2.682,27 5.30%
Serviços de engenharia 1.474,90 1.532,06 2.162,09 5.80%
Fabricação de outros produtos têxteis 1.748,95 1.816,73 2.563,83 7.30%
Fabricação de produtos de pastas celulósicas, papel, cartolina, papel-cartão e papelão ondulado 1.551,85 1.612,00 2.274,90 7.30%
Fabricação de equipamentos de transporte 1.488,43 1.546,12 2.181,92 6.80%
Fabricação de embalagens de papel 2.316,92 2.406,71 3.396,43 4.70%
Fabricação de chapas e de embalagens de papelão ondulado 2.260,91 2.348,54 3.314,33 7.70%
Comércio varejista de outros produtos 1.520,30 1.579,22 2.228,65 8.20%
Estamparia e texturização em fios, tecidos, artefatos têxteis e peças do vestuário 1.551,87 1.612,01 2.274,92 6.70%
Comércio atacadista de embalagens 1.580,28 1.641,53 2.316,57 8.20%
Fabricação de produtos de papel, cartolina, papel-cartão e papelão ondulado para uso comercial e de escritório, exceto formulário contínuo 1.693,56 1.759,20 2.482,64 4.60%
Comércio atacadista especializado em outros produtos intermediários 1.897,25 1.970,78 2.781,22 7.80%
Recuperação de materiais plásticos 1.592,29 1.654,00 2.334,17 6.80%
Fabricação de artigos para viagem, bolsas e semelhantes de qualquer material 1.351,62 1.404,00 1.981,37 4.10%
Envasamento e empacotamento sob contrato 1.699,15 1.765,00 2.490,82 8.00%
Fabricação de artefatos de material plástico para uso pessoal e doméstico 2.051,49 2.131,00 3.007,33 5.30%
Fabricação de laminados planos e tubulares de material plástico 2.022,93 2.101,33 2.965,46 4.30%
Fabricação de artefatos de material plástico para usos industriais 2.188,67 2.273,50 3.208,43 7.60%
Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida 2.261,36 2.349,00 3.314,98 5.10%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.