O dissídio de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 514310 no cargo de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica.

Estado com maior salário médio

Santa Catarina

R$ 1.922,99

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

São Paulo

47.344 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade com maior salário médio

Rio Verde - GO

R$ 3.714,90

Cidade que mais contrata

São Paulo - SP

16.499 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de Auxiliar de manutenção predial auxilia nos serviços de manutenção predial, elétrica, hidráulica e marcenaria, seguindo orientações do profissional responsável pela manutenção da edificação Cumpre normas regulamentadoras de saúde e segurança no trabalho e de preservação ambiental.

O que faz um Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica

O Auxiliar de manutenção predial apoia o serviço de manutenção elétrica, acompanhando a verificação do funcionamento e a identificação de avarias - de equipamentos e instalações elétricas e de iluminação -, e auxiliando na execução dos reparos necessários Apoia a troca de instalação elétrica e de equipamentos de iluminação.

Auxilia na execução de soldagem de objetos.

Apoia o serviço de manutenção hidráulica, acompanhando a verificação do funcionamento das instalações, limpando e substituindo filtros, desentupindo ralos, pias e vasos sanitários e executando outras tarefas que lhe foram atribuídas para conserto das instalações Acompanha e auxilia na execução de serviços gerais de carpintaria, marcenaria e alvenaria, reparando trincas e rachaduras, impermeabilizando superfícies, recuperando pinturas, repondo cerâmica, consertando móveis, forros, portas e janelas, reparando divisórias e realizando ajustes diversos.

Utiliza, sob orientação, ferramentas e equipamentos apropriados para cada tipo de atividade Limpa e organiza os locais onde foram realizados os serviços de manutenção, removendo entulhos, varrendo, eliminando resíduos e manchas.

Zela pela conservação dos materiais, ferramentas e equipamentos utilizados nos serviços de manutenção.

Pode controlar o estoque de materiais, peças, componentes, ferramentas e equipamentos, verificando quantidades e registrando em documentos e planilhas sua movimentação.

Funções do Auxiliar de manutenção predial

O profissional Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica deve realizar manutenção de carpintaria e alvenaria, demonstrar competências pessoais, executar serviços de manutenção elétrica e mecânica, preparar trabalho, executar manutenção hidráulica, trabalhar com segurança.

Condições de trabalho da profissão

Trabalhadores nos serviços de manutenção de edificações trabalham em companhias e órgãos de limpeza pública, em condomínios de edifícios, em empresas comerciais e industriais, como assalariados e com carteira assinada, as atividades são realizadas em recintos fechados ou a céu aberto. Trabalham individualmente ou em equipe, com ou sem supervisão permanente. O horário de trabalho é variado, ou em regime de rodízio de turnos. Algumas das atividades podem ser exercidas em grandes alturas,ou em posições desconfortáveis por longos períodos, com exposição a ruído intenso e a poluição dos veículos.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um Auxiliar de manutenção predial

Um Auxiliar de manutenção predial deve demonstrar destreza manual, selecionar produtos e material, reparar equipamentos de iluminação, consertar instalação hidráulica, repor cerâmica (azulejos, pastilhas e pisos), avaliar tipo de superfície a ser trabalhada, soldar objetos, inspecionar local a ser trabalhado, reconhecer limitações pessoais, avaliar grau de sujidade, recolocar pastilhas ou litocerâmica, demonstra resistência física, consertar forros, relatar avarias nas instalações, solicitar equipamentos e materiais, montar cadeirinha, usar uniforme, instalar equipamentos elétricos, reparar trincas e rachaduras, montar balancim, operar equipamentos, desentupir ralos, pias e vasos sanitários, controlar o estoque de material, demonstrar agilidade, diluir produtos (químicos e de limpeza), isolar área para manutenção e limpeza, limpar filtros, recuperar pinturas, solicitar compra de produtos químicos e de limpeza, verificar qualidade de produtos químicos e de limpeza, demonstrar iniciativa, demonstrar equilíbrio físico, demonstrar controle emocional, contornar situações adversas, demonstrar capacidade de trabalhar em alturas, preparar produtos, utilizar epi, substituir portas, trabalhar em equipe, avaliar tipo de sujeira, montar andaime, reparar divisórias, impermeabilizar superfícies, demonstra paciência, trocar instalação hidráulica, submeter-se a cursos de capacitação e qualificação, trocar equipamentos de iluminação, consertar móveis, verificar funcionamento de instalação hidráulica, reparar instalação elétrica, verificar validade de produtos químicos e de limpeza, trocar instalação elétrica, fazer instalação elétrica, demonstrar prudência, dosar produtos químicos, verificar funcionamento de equipamentos e instalações elétricas e de iluminação, ajustar portas e janelas, trocar filtros, instalar equipamentos de iluminação, vedar fendas e emendas.

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica ficou em 7.60%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Trabalhadores nos serviços de manutenção de edificações que ficou em 7.60% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica ficou em 8.40% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 23,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Trabalhadores nos serviços de manutenção de edificações 2024

O salário de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica mostrado aqui é resultado do levantamento de 124525 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Trabalhadores nos serviços de manutenção de edificações que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica CBO 514310 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo 44h 1.780,56 1.849,57 2.610,16 8,49 5.00%
Rio de Janeiro 43h 1.646,14 1.709,94 2.413,12 7,97 5.10%
Minas Gerais 43h 1.590,29 1.651,92 2.331,24 7,65 5.50%
Paraná 43h 1.764,26 1.832,64 2.586,28 8,43 7.20%
Rio Grande do Sul 43h 1.704,69 1.770,75 2.498,94 8,15 6.80%
Bahia 43h 1.553,13 1.613,32 2.276,77 7,43 5.00%
Santa Catarina 44h 1.851,24 1.922,99 2.713,79 8,83 4.20%
Pernambuco 43h 1.488,85 1.546,55 2.182,54 7,12 5.40%
Goiás 43h 1.686,40 1.751,76 2.472,13 8,10 7.70%
Distrito Federal 43h 1.546,15 1.606,07 2.266,54 7,42 8.30%
Pará 42h 1.452,44 1.508,73 2.129,17 7,12 4.90%
Mato Grosso 43h 1.620,90 1.683,72 2.376,12 7,75 8.10%
Espírito Santo 43h 1.592,15 1.653,86 2.333,97 7,68 7.10%
Ceará 44h 1.503,55 1.561,83 2.204,10 7,17 4.60%
Amazonas 43h 1.664,15 1.728,65 2.439,52 7,98 6.50%
Mato Grosso do Sul 44h 1.627,72 1.690,80 2.386,11 7,76 7.80%
Tocantins 44h 1.391,60 1.445,53 2.039,98 6,60 5.80%
Paraíba 44h 1.395,44 1.449,52 2.045,61 6,63 5.40%
Alagoas 44h 1.442,87 1.498,79 2.115,14 6,87 6.40%
Rio Grande do Norte 44h 1.405,14 1.459,60 2.059,84 6,68 7.20%
Maranhão 44h 1.489,81 1.547,55 2.183,96 7,09 6.80%
Rondônia 44h 1.554,50 1.614,75 2.278,78 7,38 7.90%
Sergipe 43h 1.365,39 1.418,31 2.001,55 6,57 7.80%
Roraima 44h 1.464,13 1.520,88 2.146,31 6,96 6.30%
Piauí 44h 1.509,63 1.568,14 2.213,00 7,16 7.90%
Acre 44h 1.394,65 1.448,70 2.044,45 6,64 8.10%
Amapá 43h 1.435,26 1.490,88 2.103,98 6,92 6.80%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica.

Dissídio de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica por cidade

Quanto ganha um Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
São Paulo, SP 43 1.785,86 1.855,07 2.617,93 8,53 5.60%
Rio de Janeiro, RJ 43 1.671,56 1.736,35 2.450,38 8,10 6.90%
Brasília, DF 43 1.546,15 1.606,07 2.266,54 7,42 7.90%
Curitiba, PR 43 1.746,04 1.813,71 2.559,56 8,38 6.50%
Belo Horizonte, MG 43 1.665,21 1.729,75 2.441,07 8,04 8.00%
Porto Alegre, RS 44 1.590,93 1.652,59 2.332,18 7,59 4.90%
Salvador, BA 43 1.612,70 1.675,21 2.364,10 7,72 8.30%
Manaus, AM 43 1.673,79 1.738,66 2.453,65 8,03 5.70%
Barueri, SP 44 1.653,86 1.717,96 2.424,44 7,88 7.00%
Campinas, SP 44 1.919,83 1.994,24 2.814,33 9,13 7.70%
Guarulhos, SP 44 1.732,08 1.799,21 2.539,10 8,22 6.80%
Fortaleza, CE 44 1.524,11 1.583,18 2.234,22 7,28 6.60%
Sorocaba, SP 44 1.751,16 1.819,03 2.567,07 8,32 4.90%
Recife, PE 43 1.488,12 1.545,80 2.181,47 7,12 4.10%
Belém, PA 41 1.375,79 1.429,11 2.016,80 6,93 5.00%
Goiânia, GO 43 1.675,00 1.739,92 2.455,42 8,04 4.50%
Cuiabá, MT 44 1.521,86 1.580,84 2.230,93 7,25 8.20%
Santo André, SP 44 1.847,45 1.919,05 2.708,23 8,78 7.10%
Londrina, PR 44 1.687,69 1.753,10 2.474,02 8,02 6.30%
São José dos Campos, SP 44 1.694,42 1.760,09 2.483,89 8,06 6.70%
São Caetano do Sul, SP 43 1.698,38 1.764,21 2.489,70 8,13 4.40%
São Bernardo do Campo, SP 44 1.834,12 1.905,21 2.688,69 8,70 5.60%
São José do Rio Preto, SP 44 1.790,33 1.859,72 2.624,49 8,54 6.20%
São Luís, MA 44 1.499,82 1.557,94 2.198,62 7,13 7.10%
Jundiaí, SP 43 1.799,02 1.868,74 2.637,22 8,60 7.60%
Santos, SP 44 1.783,55 1.852,68 2.614,55 8,50 5.40%
Osasco, SP 44 1.744,81 1.812,44 2.557,76 8,28 5.10%
Maceió, AL 44 1.456,22 1.512,66 2.134,71 6,93 8.30%
Ribeirão Preto, SP 44 1.819,20 1.889,71 2.666,81 8,67 6.60%
Campo Grande, MS 44 1.602,15 1.664,25 2.348,64 7,62 4.60%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Auxiliar de Manutenção Elétrica e Hidráulica no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Serviços combinados para apoio a edifícios, exceto condomínios prediais 1.551,56 1.611,69 2.274,47 6.80%
Limpeza em prédios e em domicílios 1.584,92 1.646,34 2.323,37 4.20%
Construção de edifícios 1.653,68 1.717,77 2.424,17 6.80%
Instalação e manutenção elétrica 1.693,25 1.758,88 2.482,18 7.90%
Condomínios prediais 1.788,85 1.858,18 2.622,32 6.10%
Hotéis 1.689,44 1.754,92 2.476,60 6.30%
Locação de mão-de-obra temporária 1.830,04 1.900,97 2.682,71 7.70%
Instalação e manutenção de sistemas centrais de ar condicionado, de ventilação e refrigeração 1.577,09 1.638,22 2.311,90 5.60%
Serviços de engenharia 1.614,90 1.677,49 2.367,32 5.40%
Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 1.630,27 1.693,45 2.389,85 7.30%
Atividades de associações de defesa de direitos sociais 1.582,36 1.643,68 2.319,62 8.00%
Atividades de atendimento hospitalar, exceto pronto-socorro e unidades para atendimento a urgências 1.720,60 1.787,28 2.522,27 5.00%
Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas não especificadas anteriormente 1.581,15 1.642,43 2.317,85 7.60%
Restaurantes e similares 1.633,13 1.696,43 2.394,05 4.30%
Ensino fundamental 1.750,16 1.817,99 2.565,61 8.30%
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 1.683,55 1.748,80 2.467,96 8.00%
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - supermercados 1.762,89 1.831,21 2.584,26 7.00%
Comércio varejista de materiais de construção em geral 1.726,06 1.792,95 2.530,27 8.00%
Seleção e agenciamento de mão-de-obra 1.538,91 1.598,55 2.255,92 6.10%
Clubes sociais, esportivos e similares 1.668,56 1.733,22 2.445,98 4.40%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.