O dissídio de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo 2024 já saiu. Veja aqui o salário mínimo, piso salarial e salário médio em todos os estados, capitais e principais cidades brasileiras de acordo com a convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio do sindicato de profissionais registrados em carteira com o CBO 373205 no cargo de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo.

Estado com maior salário médio

São Paulo

R$ 4.982,14

(últimos 12 meses)

Estado que mais contrata

Rio de Janeiro

17 admissões

(últimos 12 meses)

Cidade que mais contrata

Rio de Janeiro - RJ

17 admissões

Descrição sumária do cargo

O colaborador no cargo de

O que faz um Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo

O .

Funções do

O profissional Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo deve

Condições de trabalho da profissão

Supervisores operacionais e técnicos em mídias audiovisuais trabalham em emissoras de televisão e rádio em horários de trabalho irregulares. Normalmente atuam como assalariados, com carteira assinada e supervisão ocasional, estando diretamente subordinados aos Gerentes e possuem subordinados. Trabalham em equipe em ambientes fechados nas emissoras, a céu aberto ou em veículos.

Exigências do mercado de trabalho para a profissão

Atividades exercidas por um

Um deve

Aumento do piso salarial e reajuste 2024 da categoria

O reajuste salarial 2024 para Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo ficou em 7.50%, obedecendo os índices de inflação do INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor no período de um ano, esse é o critério para estipular o piso salarial 2024 e o início das negociações salariais entre o sindicato dos trabalhadores no cargo de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo e os sindicatos patronais.

Em algumas localidades houve aumento real do salário, ou seja, acima do índice de correção salarial e acima até mesmo do reajuste médio da categoria dos Supervisores operacionais e técnicos em mídias audiovisuais que ficou em 7.50% para 2024.

Uma observação importante é que nem sempre o aumento salarial do Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo em 2024 está atrelado a acordos e convenções coletivas, o salário base pode ser estipulado de acordo com o salário mínimo 2024 ou o piso salarial mínimo regional se houver.

Reajuste e valor do vale refeição 2024

O reajuste médio do vale refeição 2024 para Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo ficou em 8.30% de acordo com acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios registrados no Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho do SRT - Subsecretaria de Relações do Trabalho.

Com isso o valor médio do vale refeição para 2024 observado em instrumentos coletivos de todo Brasil ficou em R$ 32,00 por dia efetivamente trabalhado.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos Supervisores operacionais e técnicos em mídias audiovisuais 2024

O salário de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo mostrado aqui é resultado do levantamento de 25 salários em admissões de empresas de todo o Brasil em 2024, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Supervisores operacionais e técnicos em mídias audiovisuais que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Encontre o seu estado logo abaixo e saiba quanto ganha um Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo com salários atualizados em 2024. A ordem dos salários obedece a sigla dos estados em ordem alfabética. Confira:

Dissídio salarrial de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo CBO 373205 salário

Valor do salário na CCT 2024 de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo em todos os estados

Dados de dissídios coletivos para Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo por estado
UF Jornada Piso Média Teto Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Rio de Janeiro 36h 3.069,05 3.188,00 4.499,00 17,48 8.20%

Fonte: Dados CAGED, PNAD e instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego que mencionem a profissão de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo.

Dissídio de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo por cidade

Quanto ganha um Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo nas principais cidades

Salários segundo dados do CAGED e instrumentos coletivos registrados que citem a profissão de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo na localidade
Cidade Carga Horária Piso Salarial Média Salarial Maior Salário Sal/Hora Dissídio 2024 (%)
Rio de Janeiro, RJ 36 3.069,05 3.188,00 4.499,00 17,48 6.80%

Os valores de piso salarial e porcentagem de dissídio referem-se a média observada em instrumentos coletivos registrados no sistema Mediador do Ministério do Trabalho e Emprego com abrangência na cidade ou na região e que citem a profissão de Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo. Instrumentos coletivos: Acordos, convenções ou dissídios coletivos.

Empresas que mais contratam Auxiliar de Estúdio em Operação de Equipamentos de Produção Para Televisão e Produtoras de Vídeo no Brasil

Pisos salariais por setores das empresas
Segmento Piso Média Teto Dissídio 2024 (%)
Atividades de televisão aberta 3.534,75 3.671,75 5.181,68 5.70%
Programadoras 2.976,63 3.092,00 4.363,52 7.90%
Fonte: Contratações formais indicadas pelas empresas ao sistema Novo CAGED e convenções coletivas patronais.